Carvalhal no adeus ao Sp. Braga: «Vou estar muitas vezes na bancada»

16 mai, 13:19
Carlos Carvalhal no Sp. Braga-FC Porto

Treinador bracarense diz que o clube vai continuar a «subir e a crescer». António Salvador diz que «intenção» era continuidade

O treinador Carlos Carvalhal, de saída do Sporting de Braga, considerou que a sua equipa técnica cumpriu «na íntegra» os objetivos em duas épocas no clube, marcadas pelo título na Taça de Portugal em 2021, além de mais duas finais (Taça da Liga e Supertaça), dois quartos lugares e uma chegada aos quartos de final da Liga Europa esta temporada, depois dos 16 avos de final em 2020/21.

«Na altura que fizemos o contrato, falámos, tivemos quase um compromisso, um pacto entre os dois [ndr: com o presidente António Salvador]. O presidente comprometeu-se a dar as melhores condições e a dar todo o apoio à equipa técnica no sentido de proporcionar um bom trabalho e isso foi visível, fundamentalmente, naquele período de mais turbulência, de dezembro a janeiro, em que veio defender a equipa técnica, que ficaria até final. Quando assinámos o contrato, o presidente traçou objetivos altos, exigentes. Conseguimos vencer a taça, fomos a mais duas finais, valorizámos jogadores, apostámos forte na formação, fizemos boas Liga Europa, tudo isto foi o que o presidente definiu como objetivo. Acho que também cumprimos na íntegra. No fundo, chegámos aqui a um ponto: ambos estamos satisfeitos, somos amigos já há muitos anos e ambos estamos satisfeitos por tudo ter corrido bem», referiu Carvalhal, em declarações aos canais do clube, numa primeira reação após a oficialização da saída.

«Estes dois anos para mim e para a minha equipa técnica foram de crescimento. Emocionalmente estaria ligado a qualquer clube por aquilo que foi feito, ter realizado isto no clube do meu coração foi absolutamente inesquecível. O Sp. Braga continua a subir e a crescer e vai continuar a fazê-lo e eu, com certeza, não vou estar no banco, mas vou estar muitas vezes na bancada a torcer pela equipa, porque é o primeiro resultado que quero saber, é o do Sp. Braga», afirmou, ainda.

António Salvador admitiu que a intenção era a continuidade do treinador, deixando agradecimentos na hora da despedida.

«A nossa intenção era que o mister Carvalhal pudesse continuar, ele sempre manifestou a vontade de cumprir este ciclo e resta-nos agradecer, foram dois anos fantásticos», apontou.

Por fim, Carvalhal lembrou o que disse no momento da chegada ao clube, em 2020. «O que posso dizer nesta altura, com gratidão a todos os bracarenses e adeptos que nos apoiaram, é que Braga provou que não é só uma boa madrasta, é uma boa mãe, senti-me bem tratado e acolhido», frisou.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados