Ratos e baratas no centro de Saúde de Salvaterra de Magos

19 nov, 19:09
Saúde
Saúde

Participação foi feita pelo Bloco de Esquerda (BE), que denunciou a falta de condições naquela unidade

PUB

O Bloco de Esquerda (BE) denunciou, nesta sexta-feira, a falta de condições na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Salvaterra de Magos, onde diz existirem infestações de ratos e baratas.

A denúncia surgiu na sequência de uma visita da deputada do BE eleita pelo círculo eleitoral de Santarém, Fabíola Cardoso, àquela unidade, onde a situação "é incomportável" e "demonstra a necessidade de investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS)", afirmou citada numa nota de imprensa.

PUB

De acordo com a deputada, "é nestas situações que se percebem os resultados da política de poupanças do Governo PS".

Fabíola Cardoso fez ainda uma interpelação sobre o caso ao Ministério da Saúde, na qual refere que "as infestações de roedores e de outras pragas, como baratas, danificam o mobiliário e os equipamentos clínicos existentes no interior da infraestrutura".

A situação, explica a bloquista no documento, “prende-se com uma requalificação que se iniciou em junho de 2021 e cujo objetivo era proceder ao alargamento de uma casa de banho para pessoas com deficiência", obra que entretanto terá sido suspensa.

PUB
PUB
PUB

Na nota, lê-se ainda que a paragem da obra "terá deixado expostos dois tubos", que estarão na origem do problema. 

A deputada apontou ainda a existência de "um armário muito danificado, na sala destinada aos serviços de medicina dentária”, alegadamente, “devido a infiltrações de água”, situação que se “vem mantendo desde 2019".

A comitiva bloquista integrou, além de Fabíola Cardoso, o vereador da autarquia Luís Gomes, o deputado municipal Luís Pereira e o vogal da Unidade Familiar Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, Ângelo Silva.

O grupo foi recebido pelo coordenador daquela unidade, Tiago Rodrigues.

De acordo com o site do SNS, a UCSP de Salvaterra de Magos integra os polos de Fosso, Glória do Ribatejo e Marinhais e conta, no total, com sete médicos, 13 enfermeiros, 12 secretários clínicos e nove assistentes operacionais.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Saúde

Mais Saúde