É amanhã que o SNS passa a saber quem manda

22 set, 11:13
Manuel Pizarro (Paulo Novais/Lusa)

Fernando Araújo vai reunir-se esta sexta-feira de manhã no Ministério da Saúde com Manuel Pizarro, apurou a CNN Portugal. Se tudo correr como previsto, amanhã será anunciada a nova direção-executiva do SNS.

Fernando Araújo vai reunir-se esta sexta-feira de manhã no Ministério da Saúde, em Lisboa, com Manuel Pizarro, apurou a CNN Portugal. A reunião tem como objetivo fechar – e selar – a confirmação de Araújo como novo diretor-executivo do SNS, depois de acertar as condições finais com o novo ministro.

Os dois são do Porto e isso não é um pormenor. Não só os dois são próximos como a localização da nova direção executiva deverá mesmo ficar fora de Lisboa.

Este é só um dos pormenores que estavam por acertar, desde que Manuel Pizarro convidou Fernando Araújo para o cargo de CEO do Serviço Nacional de Saúde. Outros pormenores – que na verdade não são pormenores – incidiram sobre a equipa e sobre as condições de autonomia a garantir à nova entidade, que surge como ponto saliente da reforma em curso na Saúde, desenhada ainda pela ex-ministra Marta Temido mas aplicada já por Manuel Pizarro.

A equipa deverá ficar fechada com uma liderança de seis pessoas (incluindo o diretor-executivo) e um total a rondar as 40 pessoas, que depois trabalharão com outros serviços do Estado na Saúde.

Confirmando-se o cenário (mais do que) esperado, desta reunião sairá o fumo branco que confirma a escolha – e Fernando Araújo sairá do Hospital de São João (mas possivelmente não do Porto) para ser o primeiro diretor-executivo do SNS, a quem caberá reestruturar a organização de serviços de saúde de modo a melhorar a sua gestão e trabalho em rede.

Relacionados

Governo

Mais Governo

Patrocinados