Sentido sismo de magnitude 1,9 na ilha de São Jorge

Agência Lusa , CV
21 jul, 19:56
São Jorge: concelho de Velas já registou mais de 14 mil sismos em oito dias

O abalo aconteceu às 15:40 locais

Um sismo com magnitude de 1,9 na escala de Richter foi sentido durante a tarde desta quinta-feira na ilha de São Jorge, anunciou o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA).

O abalo foi registado às 15:40 locais, tendo tido epicentro a cerca de um quilómetro da Beira, no concelho das Velas, o mais populoso de São Jorge, ilha que está a atravessar uma crise sismovulcância desde 19 de março.

O CIVISA indica que, “de acordo com a informação disponível até ao momento, o sismo foi sentido com intensidade máxima III” na Escala de Mercalli Modificada na freguesia de Santo Amaro.

Em oito de junho, o CIVISA baixou o nível de alerta na ilha de São Jorge de V4 (ameaça de erupção) para V3 (sistema ativo sem iminência de erupção).

A ilha estava desde 23 de março, às 15:30 (mais uma hora em Lisboa), com o nível de alerta vulcânico V4 de um total de sete, em que V0 significa "estado de repouso" e V6 "erupção em curso", na sequência da crise sismovulcânica registada desde 19 de março.

Antes disso, tinha sido ativado o alerta V2, no dia 20 de março às 00:40, e o V3, no mesmo dia, pelas 02:40.

Não obstante a descida do alerta, “a atividade sísmica continua muito acima dos valores de referência para a região, pelo que se mantém a possibilidade de se registarem eventos sentidos”.

Segundo o CIVISA, também “não se pode excluir a eventual ocorrência de sismos de magnitude mais elevada”.

O sismo de maior magnitude (3,8 na escala de Richter) desta crise ocorreu no dia 29 de março, às 21:56.

Nos abalos sentidos com intensidade III na Escala de Mercali Modificada (intensidade Fraca), o abalo é “sentido dentro de casa” e “os objetos pendentes baloiçam”, sentindo-se uma “vibração semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados”, descreve-se no 'site' do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA).

De acordo com a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), fortes (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10).

Relacionados

País

Mais País

Patrocinados