Ciberataque: bombeiros contactáveis pelo 112 e outros números partilhados nas redes sociais

CNN Portugal , com Lusa
8 fev, 13:08
(LUSA)

Várias corporações de bombeiros de todo o país estão a alertar a população para os números para os quais devem ligar em caso de urgência, sendo que o número nacional de emergência não foi afetado por estar assegurado pela rede SIRESP

Os contactos de emergência com os bombeiros estão a ser assegurados pela rede SIRESP, mas também por outros números que estão a ser divulgados nas páginas das redes sociais das corporações, na sequência do ciberataque à Vodafone, que deixou muitos serviços sem central telefónica.

É o caso da corporação de Bragança, como explicou o comandante dos bombeiros Carlos Martins. “O maior problema” que a situação coloca é a emergência médica, mas, “desde as 21:00 de segunda-feira que, por indicações nacionais, ficou estabelecido que estas comunicações são feitas através da rede do Estado para as situações de emergência e segurança, o SIRESP".

Ou seja, em caso de emergência as pessoas devem ligar o 112 e são encaminhadas para os chamados CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes) do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica). Este é o processo habitual, o que a avaria nas comunicações da Vodafone veio impedir foi que o CODU acione os corpos de bombeiros diretamente por telefone.

O SIRESP está a permitir que se estabeleça este contacto, segundo ainda o comandante, que afirmou à Lusa tratar-se de uma situação “a nível nacional”. Esta rede permite também o contacto através de canais internos entre as diversas corporações, nomeadamente a nível distrital.

Para outros casos, que não as emergências médicas, os bombeiros de Bragança indicaram à população, através das redes sociais, um número alternativo para contactar o quartel, nomeadamente através do 932968693.

 

O mesmo sucede com os bombeiros de Famalicão, que disponibilizam o número 914832906.

 

Em Esposende, o número da central continua a funcionar sem problemas, mas avisa-se a população também para contactos através do 117 (linha dos incêndios).

 

Já os bombeiros de Valença só podem ser contactados pelos números de emergência 112 ou 117.

 

Os bombeiros de Espinho sugerem chamadas através da rede de mensagens WhatsApp, pelo número 917091537.

 

País

Mais País

Patrocinados