Ponto da situação dos incêndios no país: fogo está a ameaçar casas em Sintra, chamas controladas em Santarém, Bragança e Pombal

CNN Portugal , BMA/Lusa
10 jul, 17:13

Calor e o vento intenso estão a dificultar o combate do fogo

Um incêndio, que lavra numa zona de mato com vários eucaliptos em Belas, Sintra, está a ameaçar habitações.

Para além dos mais de 164 bombeiros empenhados neste fogo cerca das 17:00, também os moradores destas casas estão nas ruas a tentar combater as chamas.

O incêndio terá começado durante a tarde deste sábado mas foi este domingo que reacendeu, levando à preocupação dos locais. O calor e o vento intenso estão a dificultar o combate.

Incêndio em Santarém

Em Santarém, desde o alerta às 12:48, ardia mato em Glória do Ribatejo, Salvaterra de Magos.

“É um incêndio que arrancou muito violentamente com projeções, derivado ao forte vento que se faz sentir. Houve algumas habitações em perigo, mas que não chegaram a estar realmente em contacto com a frente de incêndio”, salientou.

No local estavam 138 operacionais no combate, ajudados por 44 meios terrestres e um meio aéreo cerca das 17:00, segundo a página da Proteção Civil.

Segundo a mesma fonte, pelas 16:30, o incêndio que lavra desde quinta-feira em Cumeada, Ourém, também no distrito de Santarém, “considera-se ativo mas controlado”.

“Os trabalhos estão a evoluir favoravelmente”, com muitos pontos quentes devido à grande área ardida e à dimensão que o incêndio atingiu, “mas maioritariamente estão a ser efetuados trabalhos de consolidação”, disse, salientando que estão no local 688 operacionais com 222 veículos e cinco meios aéreos.

Dois destes meios aéreos são os dois aviões vindos este domingo  vindos de Espanha, e que regressam ao país de origem ao anoitecer, disse.

Outros focos ativos

Mantinha-se ativo o incêndio de Marzagão, em Carrazeda de Ansiães, Bragança, “apesar de todo o perímetro de incêndio estar controlado”.

“O foco de incêndio que se encontra ativo dentro do perímetro de Marzagão é uma bolsa de área não ardida no interior de área já ardida. Os meios estão posicionados e a maior parte do perímetro encontra-se em consolidação e rescaldo”, disse, salientando que o número de operacionais no terreno vai-se manter devido ao vento ativo.

Neste local estão 61 veículos, com 194 operacionais.

Em Vale da Pia, Pombal, no distrito de Leiria, neste momento todo o perímetro de incêndio encontra-se em consolidação e rescaldo, “apesar de se considerar o incêndio ainda em curso por haverem várias reativações pontuais, derivado, mais uma vez, ao forte vento e em locais de difícil acesso a meios terrestres, permitindo apenas o combate por elementos apeados”.

O dispositivo vai manter-se no local, com cerca de 460 operacionais, 143 veículos e o apoio de cinco meios aéreos.

País

Mais País

Patrocinados