Chama-se "VB": descoberta variante mais viral e contagiosa do VIH

3 fev, 20:56
Testes de VIH

A VB é especialmente agressiva e destrói os linfócitos CD4

Investigadores dos Países Baixos descobriram uma nova variante mais viral e contagiosa do vírus do VIH. Batizada com o nome VB, esta variante foi para já detetada em 109 indivíduos.

De acordo com os dados, citados pelo jornal espanhol El País, a VB é especialmente agressiva e destrói os linfócitos CD4, um tipo de glóbulos brancos que protegem as pessoas das infeções. Sem tratamento, a doença de uma pessoa que contraiu esta variante poderia atingir uma fase avançada (de acordo com os critérios da OMS) em nove meses, comparando com os 36 meses de infeção com a variante mais comum.

O jornal espanhol adianta também que uma das possibilidades levantadas pela comunidade científica para o surgimento desta variante prende-se com a própria terapia antirretroviral, que poderá favorecer o aparecimento de novas versões.

A equipa responsável pelo estudo, publicado na revista Science, calcula que a variante terá surgido em Amesterdão nos anos 90, antes de popularização dos tratamentos mais eficazes. Ainda assim, o facto de ter surgido nos Países Baixos, um dos países com maior disponibilidade para tratamentos antirretrovirais, o que evitou uma maior expansão do vírus do VIH.

O epidemiologista Chris Wymant, da Universidade de Oxford, garante que esta descoberta não é motivo para alarme. “As pessoas não precisam de se preocupar. A descoberta desta variante sublinha a importância das recomendações que já estavam em vigor: que as pessoas em risco de contrair o VIH devem ter acesso a testes regulares para permitir um diagnóstico precoce e um tratamento imediato”, afirmou.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados