Presidente dos Emirados Árabes Unidos morre aos 73 anos

CNN , Mostafa Salem
13 mai, 12:58
Sheik Khalifa bin Zayed Al Nahyan. Foto: Stephanie McGehee/Reuters

Sheik Khalifa bin Zayed Al Nahyan foi o segundo presidente dos Emirados Árabes Unidos em 2004, sucedendo ao seu pai e fundador da nação, Sheikh Zayed al Nahyan.

O sheik Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos, cujas políticas de modernização ajudaram a transformar o seu país numa potência regional, morreu esta sexta-feira aos 73 anos, informou o órgão de comunicação estatal WAM.

"O Ministério de Assuntos Presidenciais está em luto pelo povo dos Emirados Árabes Unidos, as nações árabes e islâmicas e o mundo inteiro. O líder da nação e o patrono da sua marcha, Sua Alteza o Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan, Presidente do Estado, faleceu ao lado do Senhor hoje, sexta-feira, 13 de maio", disse a WAM.

"O Ministério de Assuntos Presidenciais anuncia um luto oficial e bandeiras a meio haste para o falecido Sua Alteza Sheikh Khalifa bin Zayed Al Nahyan, que Deus tenha misericórdia dele, por um período de 40 dias, a partir de hoje, e suspende o trabalho nos ministérios, departamentos, instituições federais e locais e no setor privado por 3 dias, a partir de hoje (sexta-feira)", publicou a WAM num tweet.

O papel de sheik Khalifa era já em grande parte cerimonial, desde que sofreu um ataque de coração e foi alvo de uma cirurgia em 2014. O seu irmão e príncipe herdeiro de Abu Dhabi, o sheik Mohammed bin Zayed, tem sido amplamente visto como o líder de facto dos Emirados Árabes Unidos, lidando com os assuntos do dia no estado do Golfo.

O sheikh Khalifa foi apontado como o segundo presidente dos Emirados Árabes Unidos em 2004, sucedendo ao seu pai e fundador da nação, Sheikh Zayed al Nahyan.

Nascido em 1948 na região leste de Abu Dhabi, o sheik Khalifa era o filho mais velho do sheik Zayed. Antes do seu papel como presidente, foi príncipe herdeiro de Abu Dhabi e chefiou o Conselho Supremo de Petróleo de Abu Dhabi, responsável pela política de petróleo.

Como presidente, liderou um dos maiores fundos de investimento do mundo, o Abu Dhabi Investment Authority, gerindo centenas de milhares de milhões de dólares em ativos.

Um dos edifícios mais altos do mundo, o Burj Khalifa, assumiu o seu nome depois de o governo dos Emirados Árabes Unidos resgatar a dívida do Dubai e, como fã de desportos, apoiou a aquisição do Manchester City, clube de futebol da Premier League inglesa.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados