Shakira arrisca prisão. Causa: 14,5 milhões de euros

26 mai, 13:59
Shakira (AP Photo)

Tribunal de Barcelona considera que existem fortes indícios de que foram cometidos crimes de fraude fiscal

Shakira vai mesmo a tribunal e pode enfrentar uma pena de prisão por vários crimes de fraude fiscal. De acordo com o El Mundo, a artista está acusada de defraudar a autoridade tributária espanhola em 14,5 milhões de euros. A decisão foi proferida pelo Tribunal de Barcelona, que rejeitou o recurso apresentado pela cantora. 

Os crimes foram alegadamente cometidos entre 2012 e 2014 e tudo indica que o Ministério Público, que denunciou o caso e deu início a uma investigação, vai pedir uma pena de prisão e ainda o pagamento de uma multa. Os anos da pena ainda não foram revelados. 

Segundo o jornal espanhol, a juíza responsável rejeitou o recurso por considerar que existem fortes indícios de que foram cometidos crimes de fraude - por parte de Shakira e do seu fiscalista - que prejudicaram a tesouraria espanhola em milhões de euros.

Para fugir ao pagamento desses impostos, a cantora tentou fingir que não vivia em Espanha e ocultou os seus rendimentos através de uma rede de paraísos fiscais nas Ilhas Virgens Britânicas, nas Ilhas Caimão, em Malta,  no Panamá e no Luxemburgo. O nome de Shakira era um dos que constavam nos Panama Papers.

Shakira terá utilizado companhias offshore para gerir os seus negócios no mundo da música, o que levou à abertura de uma investigação em Espanha. Já em julho de 2021, um juiz determinou que a cantora deveria ir a tribunal por não ter pago impostos no país e que eram devidos. A agência que trata das relações públicas da artista fez saber na altura que esta pagou o valor assim que foi informada dessa dívida.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Música

Mais Música

Patrocinados