Autoridades indonésias dizem que Lavrov foi assistido no hospital à chegada a Bali, Moscovo desmente

14 nov, 09:16
Sergei Lavrov à chegada a Bali para a cimeira do G20 (Foto: Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia via Twitter)

Governador de Bali confirmou informação avançada pela AP, que soube junto das autoridades indonésias que o ministro dos Negócios Estrangeiros russo precisou de assistência hospitalar. Mas garante que Lavrov passou pelo hospital apenas para uma avaliação. Porta-voz do MNE russo desmentiu

Sergei Lavrov, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, foi levado para o hospital pouco depois de ter chegado a Bali, na Indonésia, onde se deslocou para a cimeira do G20. A notícia está a ser avançada pela Associated Press (AP), que cita as autoridades indonésias, mas foi desmentida entretanto pela porta-voz da diplomacia russa. 

Três responsáveis do governo e da área de saúde, que não quiseram ser identificados, confirmaram à AP que Lavrov recebeu tratamento em Bali, ainda que não se saiba qual o problema de saúde do chefe da diplomacia russa. Uma fonte refere que Lavrov precisou de assistência por causa de um problema cardíaco.

Na conta oficial do Twitter do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, uma das últimas publicações mostra, precisamente, imagens da chegada de Lavrov à Indonésia no domingo, para participar na cimeira do G20.

 

Maria Zakharova, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Moscovo, escreveu entretanto no Telegram que a informação avançada pela Associated Press é falsa.

À agência Reuters, o governador de Bali, a ilha indonésia onde se realiza a cimeira do G20, confirmou que Lavrov esteve no hospital apenas para um "check up". 

Na conta do Telegram da porta-voz da diplomacia russa, foi entreganto divulgado um vídeo de Sergei Lavrov aparentemente no hotel em Bali, sentado a uma mesa a ler documentos, no qual o governante garante que está a preparar-se para a cimeira.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados