Pelo menos 40 mortos e dezenas de feridos em colisão de autocarros no Senegal

Agência Lusa , AM
8 jan, 12:30

Acidente ocorreu na madrugada deste domingo, às 3:15 locais, e é o acidente mais mortal dos últimos anos

Pelo menos 40 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas na colisão entre dois autocarros no Senegal, anunciou hoje a corporação de bombeiros local.

O número de mortos foi confirmado pelo presidente senegalês, Macky Sall, que declarou luto de três dias a partir de segunda-feira.

O chefe de Estado senegalês afirmou, na rede social Twitter, que na segunda-feira realizará um conselho interministerial "para tomar medidas firmes em matéria de segurança rodoviária e transporte público de passageiros".

De acordo com a Brigada Nacional de bombeiros, citada pela agência de notícias AFP, 87 pessoas ficaram feridas no acidente.

Os meios de comunicação senegaleses estimam entre 70 e 115 pessoas, segundo fontes do meios de comunicação Sene News e ActuDakar, citados pela Europa Press.

O acidente ocorreu na madrugada deste domingo, às 3:15 locais (1:15 em Lisboa), perto da cidade de Kaffrine, cerca de 250 quilómetros a sudeste da capital Dacar, segundo um comunicado de imprensa da Brigada Nacional de Bombeiros.

As vítimas foram transportadas para o hospital de Kaffrine, os restos dos autocarros foram retirados e a estrada reaberta ao trânsito, segundo os bombeiros. O governador da região e o autarca de Kaffrine foram até ao local do acidente.

Este foi o acidente mais mortal no Senegal nos últimos anos.

Na semana passada, pelo menos catorze pessoas morreram e 73 ficaram feridas numa colisão entre dois autocarros em Yamoussoukro (centro) e 18 pessoas morreram num acidente entre dois veículos no norte da Nigéria.

Os acidentes com autocarros são frequentes em África, devido à má manutenção das viaturas, estradas em más condições, mas também a erros na condução dos veículos.

África

Mais África

Mais Lidas

Patrocinados