«Com o tempo a ansiedade vai baixando e a confiança vai aumentando»

Sérgio Pereira , Enviado-especial à Rússia, em Kratovo
23 jun 2018, 08:53

Ruben Dias diz que o nervosismo inicial é natural

Ruben Dias não liga muito às críticas sobre a qualidade futebolística da Seleção Nacional: o central garante que o mais importante está a ser conseguido, que são as vitórias. Portanto está tudo bem.

«Receber críticas em cima de vitórias é sempre diferente. As pessoas criticam e são livres de dizer o que quiserem, mas se formos aos factos temos quatro pontos e estamos na liderança juntamente com a Espanha», referiu.

«Há sempre coisas a melhorar, como é óbvio, mas estamos no bom caminho. Temos agora um jogo decisivo e conforme o tempo for avançando vamos melhorar, mas estamos bem.»

Ora por falar em Irão, interessava saber qual a melhor estratégica para vencer o jogo.

«A forma de abordar o jogo vai ser querer ganhar. Já vimos jogos do Irão, já vimos outros jogos do Mundial e tudo isso permite perceber que não há jogos fáceis. Vamos ter de estar no melhor das nossas capacidades.»

Por fim perguntou-se se Ruben Dias, até por ser o jogador mais jovem da Seleção Nacional, se sente quee existe nervosismo na equipa, sobretudo entre os jogadores mais novos.

«O factor ansiedade existe naturalmente. Somos a seleção campeã da Europa e queremos ir o mais longe possível neste Mundial. Por isto ser um campeonato do mundo, o factor ansiedade é relativo», respondeu.

«É uma questão natural. À medida que a competição for avançando a ansiedade vai baixando e a confiança vai aumentando.»

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Mais Lidas

Patrocinados