Fernando Santos: «Espero que Ronaldo jogue como na Suécia»

13 out 2014, 18:46

Selecionador vai manter aposta em três avançados móveis frente à Dinamarca

Fernando Santos quer voltar a ver o Cristiano Ronaldo que marcou três golos à Suécia, no
play-off
que abriu as portas do Mundial-2014, esta terça-feira em Copenhaga frente à Dinamarca, no segundo jogo da fase de qualificação para o Euro-2016.

No primeiro encontro, frente à França, Fernando Santos prescindiu de um ponta de lança, para apostar num ataque mais móvel. «Ponta de lança é uma designação que nós usamos em Portugal, normalmente usa-se o termo striker
ou avançado. Nós jogamos com três avançados, com características mais móveis. Na minha observação, parece-me que é o modelo que se adapta melhor à nossa forma de jogar, do que na realidade termos um homem fixo. Não quer dizer que em alguns jogos não o possamos utilizar, até podemos jogar com dois. Cada jogo é um jogo, mas para este jogo parece-me mais interessante ter três. Temos de jogar como equipa, mas os três da frente têm de ser jogadores com mais mobilidade», começou por destacar.

Três unidades na frente que também têm de ajudar a defender. Um dos aspetos que não correu tão bem frente à França. «Houve deficiências , mas isso é normal. Um dos jogadores mais avançados tem de fazer de quarto homem no meio-campo. Portanto, algumas vez fizemos bem o primeiro momento de basculação, mas, quando há jogo intermédio, falhámos no segundo. Chegámos muitas vezes atrasados e permitimos que a França conseguisse criar movimentos de rotura. Isso é um dos aspetos que tivemos de retificar. Um dos jogadores da frente tem de baixar para os outros estarem prontos a reagir», referiu.

Dos três da frente, Cristiano Ronaldo será o que terá mais liberdade para tomar decisões em campo. «Terá de ter um pouco de mais liberdade, mas os três terão essa incumbência. Temos de ter pelo menos um ou dois mais recuados. Quando a equipa não tem bola, a equipa toda tem de entrar em processo defensivo, mas isso não quer dizer que o Ronaldo tenha de ir à nossa baliza. Pode acontecer, mas não é imperativo», acrescentou.

Já perto do final da conferência de imprensa, um jornalista dinamarquês perguntou porque é que Ronaldo não jogava na Seleção como no Real Madrid. Fernando Santos preferiu fazer outra comparação. «E na Suécia? Espero é que ele jogue como jogou na Suécia. A resposta que ele pode dar é essa», destacou ainda o selecionador.

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados