A 23ª estreia à vista na ausência do Benfica dois anos depois

30 set 2016, 10:17

Fernando Santos prepara-se para lançar Gelson Martins, mais um jogador a fazer o caminho de Alvalade para a Seleção

Fernando Santos cumpre por estes dias dois anos como selecionador nacional e prepara-se para promover a 23ª estreia desde que assumiu a equipa, se o sportinguista Gelson Martins for utilizado nos jogos que aí vêm, com Andorra e Ilhas Faroé. A lista divulgada nesta quinta-feira tem outra particularidade: não conta com qualquer jogador do Benfica. Não é a primeira vez que acontece com o treinador que no verão levou Portugal ao título europeu.

A segunda convocatória de Santos, em novembro de 2014, também não tinha jogadores do Benfica. Eliseu, já na altura o representante encarnado mais regular, estava lesionado e ficou de fora. O lateral encarnado não entrou agora nas escolhas por opção, ele que não tem sido utilizado por Rui Vitória no Benfica.

Na primeira convocatória de Fernando Santos, em outubro de 2014, Eliseu tinha sido já o único jogador do Benfica. Tal como na lista anterior a essa, a última de Paulo Bento, num olhar que tem em conta as convocatórias originais, antes de eventuais substituições.

Curiosamente, nessa lista de Paulo Bento para o jogo com a Albânia, cujo resultado acabou por ditar a saída do treinador, não havia qualquer representante do FC Porto. Foi a última vez que aconteceu, Fernando Santos nunca deixou de ter um representante portista nas suas convocatórias. Quanto a ausências de jogadores do Benfica, já tinha acontecido antes também com Paulo Bento.

O contingente de jogadores a atuar em Portugal é minoritário nas convocatórias da Seleção, uma tendência que vem de há muitos anos, tem sido na ordem de um terço do total, com algumas variações. Sendo que o Sporting tem sido, de muito longe, o clube mais representado, com Benfica e FC Porto a perderem gradualmente peso nas escolhas.

Uma tendência acentuada com Fernando Santos. Em 11 convocatórias, o selecionador chamou por 46 vezes jogadores do Sporting, enquanto Benfica e FC Porto estão empatados nessas contas, ambos com 17 chamadas. Segue-se o Sp. Braga, com um total de 10.

Agora pode haver um novo jogador a fazer o caminho de Alvalade à seleção. Gelson Martins, sem grandes dúvidas uma das figuras deste arranque de época, mereceu a primeira chamada e tem a estreia à vista. Antes de si tem vários exemplos de jogadores do Sporting que se tornaram certezas com Fernando Santos.

Adrien Silva e João Mário, hoje referências do meio-campo de Portugal, estrearam-se com Fernando Santos. Tal como Cédric, que era jogador dos leões quando chegou à seleção.

Danilo Pereira, primeiro no Marítimo e depois no FC Porto, é outro dos jogadores a atuar em Portugal que chegou à seleção com Fernando Santos. Tal como Eliseu no Benfica, tem sido a presença mais regular dos dragões nas convocatórias de Santos.

Junta-se-lhe agora André Silva como representante do FC Porto, um dos últimos a estrear-se, a par com João Cancelo. No que diz respeito a jogadores do Benfica, o selecionador já promoveu ainda a estreia de jogadores como Nélson Semedo, Gonçalo Guedes ou Renato Sanches, que entretanto rumou ao Bayern Munique.

Entre os jogadores que se estrearam com Santos e são já certezas na equipa estão ainda dois nomes que chegaram à seleção quando já estavam fora do campeonato português: José Fonte, uma descoberta tardia, e o luso-francês Raphael Guerreiro.

Os jogadores que se estrearam com Fernando Santos: Cédric, João Mário, Adrien Silva, Raphael Guerreiro, José Fonte, Tiago Gomes, Anthony Lopes, Paulo Oliveira, André Pinto, André André, Bernardo Silva, Danilo Pereira, Ukra, Daniel Carriço, Nélson Semedo, Gonçalo Guedes, Ruben Neves, Ricardo Pereira, Lucas João, Renato Sanches, João Cancelo, André Silva. 

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados