Manolo Blahnik e Birkenstock: como a moda de alta costura se mistura com o calçado funcional

CNN , Leah Dolan
3 abr, 23:00
Sapatos

Manolo Blahnik, o famoso designer de sapatos de luxo, e Birkenstock revelaram uma colaboração “orgulhosamente glamorosa” que reimagina dois modelos clássicos da marca alemã – reconhecidos pelas suas solas de cortiça confortáveis – com cores brilhantes e elementos opulentos.

A sandália Arizona de duas tiras e as socas Boston foram transformadas por Blahnik em três novas cores, incluindo dois novos designs que substituem o couro e a camurça tradicional com veludo em azul safira e fúcsia. Cada sandália é embelezada com uma fivela repleta de pedras brilhantes e sola preta.

O veludo dá à Birkenstock comum um toque luxuoso.
Créditos: Manolo Blahnik

“As Birkenstocks fazem parte do meu guarda-roupa desde o ínicio”, confessou Blahnik numa entrevista. “Há muitos anos que uso as minhas e adoro. Estou muito contente por termos sido capazes de fazer uma colaboração.”

Blahnik, conhecido pelos seus saltos altos de cetim, desenha calçado de luxo desde 1979. As suas criações, que agraciaram muitos tapetes vermelhos, também se tornaram parte da cultura popular por influência da protagonista de ‘Sexo e a Cidade’, Carrie Bradshaw. Na série, o seu interesse amoroso, Sr. Big, pediu-lhe em casamento com um par de saltos altos Monolo Blahnik de fivela azuis de cetim.

Os Arizonas de veludo rosa estão entre as mais cativantes de toda a coleção. Créditos: Manolo Blahnik

Embora à primeira vista a Birkenstock possa parecer incompatível com o conceito de luxo, a marca tornou-se num íman para as marcas da alta costura, especialmente desde o início da pandemia, altura em que os gostos dos consumidores mudaram para peças confortáveis. Em 2020, a Vogue Britânica nomeou Birkenstocks a sandália do ano. De acordo com a aplicação global de compras de moda Lyst, a procura das sandálias aumentou 225% durante essa primavera.

Previamente, a fabricante de calçados lançou coleções com o designer conceitual Rick Owens, Valentino e Céline, enquanto Phoebe Philo ainda estava encarregue da área criativa desta marca francesa. Owens manteve a sua iteração simples com uma fivela alongada em couro envernizada, enquanto Philo forrou a sandália de cortiça com pele de Marta. Desde 2020, houve pelo menos sete colaborações notáveis da Birkenstock com marcas de alta costura, entre elas: Proenza Schouler, Jil Sander, Toogood and Stüssy.

Em fevereiro de 2021, MSCHF, uma companhia de artes fundada em Brooklyn, fez furor com o lançamento da sua coleção “Birkenstock”: um monte de sandálias feitas a partir de malas desconstruídas da Hermès Birkin. No entanto, este calçado polémico (com preços entre os 31.000 e 69.000 euros) não tinha qualquer afiliação às marcas Birkenstock ou Hermès.

A parceria inclui uma versão do sapato em couro preto.
Créditos: Manolo Blahnik

O design confortável e mundialmente apreciado está a influenciar os grandes nomes do mundo da moda. Durante um desfile de roupa masculina em janeiro deste ano em Paris, a Dior revelou a sua própria versão das sandálias da Birkenstock (não afiliadas), repleta de flores bordadas e fivelas gravadas com o logótipo da marca.

No início de março, a Birkenstock anunciou que tinha concordado em vender uma parcela maioritária da empresa ao conglomerado de luxo LVMH, assegurando ainda mais a sua posição no mundo da moda de alta costura.

À medida que as restrições do coronavírus diminuem e muitos regressam ao escritório, os gostos continuam a adaptar-se. Com mais lugares a visitar, há um regresso acentuado ao glamour, mas não desprovido de conforto, tal como foi demonstrado nas passarelas durante o mês da moda. Este fator faz das Birkenstocks luxuosas de veludo de Blahnik uma vanguarda da moda.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Moda

Mais Moda

Na SELFIE

Patrocinados