Professora descobre bomba no carro na Madeira

20 abr, 14:23

O suspeito estava vestido de negro e encapuzado. População local vive agora com medo

Primeiro com decapante e ácido sulfúrico, depois uma tentativa de fogo posto na mesma viatura e a colocação de uma bomba artesanal. Estes são atos cometidos por desconhecidos contra uma professora do Continente, a lecionar há 10 anos na Madeira. 
 
Há um ano que a docente do 1.º ciclo vive aterrorizada. Depois do primeiro incidente, o senhorio instalou câmaras de vigilância. Ainda assim, a perseguição continuou.

Maria Joana Oliveira é vizinha da vítima e declarou em exclusivo à CNN Portugal que o filho, senhorio da professora, conseguiu, por acaso, impedir um verdadeiro desastre: “Foi uma grande sorte o meu filho ir à casa de banho às quatro da manhã, assim que ele acendeu a luz viu um vulto que começou a fugir”.

O fugitivo estava vestido de negro e encapuzado e instalava uma bomba artesanal no carro da professora. A viatura estava estacionada junto a garrafas de gás propano. 
  
A professora terá saído entretanto da região e a população local vive agora com medo do que ainda possa acontecer. Garantem que estão alerta 24 horas.

Maria Joana Oliveira lembra que foi a nora que, ao sair da casa, de manhã, encontrou um bidão de gasolina junto ao engenho artesanal. Para trás ficaram um isqueiro, luvas e material explosivo, recolhido pela equipa forense da Polícia Judiciária, a quem o caso está agora entregue. 
 
Ao que a CNN conseguiu apurar junto de vizinhos da vítima, que não quiseram gravar declarações com medo de represálias, estes atos terão motivação passional. 
 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados