Condenado por abuso sexual da filha, voltou a ser detido por suspeitas de abuso do filho

Agência Lusa , AM
13 mar, 10:55
Polícia Judiciária

Crimes terão ocorrido entre outubro de 2019 e janeiro de 2021

O Tribunal de Santarém ordenou a prisão preventiva de um homem de 43 anos por indícios de abuso sexual a um filho, atualmente com 9 anos, que já tinha sido condenado pela prática deste crime com outro filho.

A Polícia Judiciária (PJ), em comunicado divulgado este domingo, informa que a detenção, que aconteceu fora de flagrante delito, foi motivada pelos "fortes indícios da prática de seis crimes" de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada, perpetrados sobre um filho.

Os factos terão ocorrido entre outubro de 2019 e janeiro de 2021, quando o pai, em processo de divórcio da mãe do menor e vivendo ainda na casa de morada de família, "aproveitou a proximidade e o ascendente que tinha sobre o filho para o submeter a atos sexuais de especial relevo", que a vítima acabou por denunciar em finais de 2021.

A PJ, no comunicado, adianta que o arguido já tinha antecedentes criminais, tendo sido condenado "por crime da mesma natureza" praticado sobre a sua filha mais velha.

O homem de 43 anos foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Santarém, e foi-lhe aplicada a medida de coação mais grave, de prisão preventiva.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados