«Elevada eficácia do Paços, não me recordo de uma defesa do Marco»

André Cruz , Estádio Municipal da Capital do Móvel, Paços de Ferreira
30 dez 2021, 19:29
Sp. Braga-Santa Clara

P. Ferreira-Santa Clara, 2-1 (reportagem)

Tiago Sousa, treinador interino do Santa Clara, na sala de imprensa do Estádio Municipal da Capital do Móvel, após a derrota por 2-1 diante do Paços de Ferreira:

[Duas partes distintas] «A primeira parte foi de muita competência, a segunda foi a controlar a resposta do Paços. Tentamos anular ao máximo possível e abrandar o ritmo do jogo nas substituições, quando acabamos por levar o segundo golo. Algum demérito na nossa parte, estes erros na alta competição pagam-se caro. Mas os meus jogadores foram autênticos guerreiros a cumprir o plano de jogo. Vamos continuar a nossa caminhada.

Procuramos com as substituições controlar o ímpeto agressivo pela nossa baliza do Paços, que em casa e com novo treinador teria de ir a procura da nossa baliza. Uma elevada eficácia do Paços, mérito a esse nível, não me recordo de outra defesa do Marco. Mas nada de alarme.

[Não aguentou o ritmo do Paços?] Intencionalmente, colocaram muitos jogadores no corredor central e tentamos, com alguma frescura e soluções a partir do banco, acompanhar o ritmo do Paços e defender o jogo com bola. Nem sempre conseguimos, o Paços intensificou muito a pressão e fomos algo agarrados à reação agressiva. Não conseguimos, do ponto de vista estratégico, resolver.»

Relacionados

Patrocinados