Mau tempo: Câmara de Salvaterra inicia na segunda-feira limpeza dos detritos

Agência Lusa , DCT
25 dez 2021, 18:37
Mau tempo
Mau tempo

O fenómeno localizado abrangeu também o nó de acesso à A13, onde se situa as instalações da Brigada de Trânsito da GNR, junto às quais ficaram danificadas três viaturas da instituição e cinco de civis

PUB

O município de Salvaterra de Magos, no distrito de Santarém, vai iniciar na segunda-feira as ações de limpeza dos detritos resultantes do mau tempo registado na sexta-feira, disse à agência Lusa o presidente da Câmara.

Na véspera do dia de Natal, cerca das 15:00, um “fenómeno de ventos extremos” na zona de Foros de Salvaterra de Magos derrubou centenas de árvores, postes de média e baixa tensão, algumas chaminés, destelhou algumas habitações e danificou explorações agrícolas, segundo o autarca Hélder Esménio.

PUB

Felizmente, não se registaram feridos nem desalojados, o que se deveu também ao facto de o fenómeno ter passado numa zona periférica, tendo abrangido marginalmente Foros de Salvaterra”, adiantou à agência Lusa o presidente da Câmara.

O fenómeno localizado abrangeu também o nó de acesso à A13, onde se situa as instalações da Brigada de Trânsito da GNR, junto às quais ficaram danificadas três viaturas da instituição e cinco de civis.

Durante a tarde de sexta-feira, várias equipas da proteção civil municipal e de diversas entidades trabalharam para resolver os cortes de estrada, arranjo dos telhados e reposição da energia elétrica, que foi restabelecida antes das 22:00.

PUB
PUB
PUB

O temporal de chuva e vento extremo terá durado entre 25 e 30 minutos.

Mau tempo: Ministério da Agricultura vai fazer levantamento dos prejuízos em Salvaterra de Magos

Numa resposta enviada à agência Lusa, o Ministério da Agricultura anunciou este sábado que vai fazer “uma avaliação e levantamento dos prejuízos” causados pelos ventos fortes que assolaram na sexta-feira a região de Salvaterra de Magos.

O Ministério refere que essa avaliação e levantamento serão feitos pela Direção Regional da Agricultura e Pescas (DRAP) de Lisboa e Vale do Tejo.

Com base neste levantamento, o Ministério da Agricultura avaliará as medidas a adotar” precisa o Ministério da Agricultura, avançando que, até ao momento, “apenas um produtor reportou prejuízos à DRAP de Lisboa e Vale do Tejo.

O Ministério da Agricultura indica ainda que, “no decorrer do dia de hoje, esta direção regional irá disponibilizar um ‘link’ na sua página de Internet, onde os agricultores poderão reportar eventuais prejuízos que tenham sofrido na sequência da tempestade que ocorreu em Salvaterra de Magos”.

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados