"Vamos ter uma guerra nuclear? A Rússia vai vencer? O meu filho vai sobreviver?". Astrólogos já não têm mãos a medir para tanta procura (de russos e ucranianos)

5 jul, 19:03
Tarot

Russos e ucranianos estão a procurar cada vez mais a ajuda dos astrólogos para obter respostas às dúvidas que assombram o seu quotidiano - embora com preocupações distintas e resultados também

À medida que os confrontos se intensificam na Ucrânia, cada vez mais russos e ucranianos procuram a ajuda de astrólogos para saber o que os futuro lhes reserva, numa altura em que o mesmo é cada vez mais uma incógnita. Se os ucranianos querem saber se os seus entes queridos que estão no terreno vão sobreviver, os russos querem saber o que devem esperar do seu país, que está cada vez mais isolado do resto do mundo.

"As pessoas querem saber o que vai ser da Rússia, tendo em conta as suas relações cortadas com o resto do mundo", conta à AFP a astróloga Elena Korolyova, que admite receber cada vez mais clientes no seu apartamento em São Petersburgo.

A astróloga, de 63 anos, procura tranquilizar os seus clientes, garantindo que a Rússia não só irá sobreviver a esta "tempestade económica" provocada pelo avolumar de sanções sem precedentes por parte do Ocidente, como também vai sair vitoriosa deste conflito.

"O cataclismo global vai intensificar em setembro, mas a Rússia vai sair desta situação estável e próspera", assegura.

Korolyova cobra 5.000 rublos por consulta (cerca de 75 euros) e assinala que a procura pelos seus serviços tem vindo a aumentar desde que Vladimir Putin deu ordens ao exército para invadir a Ucrânia, a 24 de fevereiro.

De acordo com a agência de notícias francesa, só na primeira semana do conflito o número de pesquisas por "astrólogo" mais do que duplicou no principal motor de pesquisa da Rússia, o Yandex, aumentando de 42.900, em 19 de fevereiro, para 95.000, em 5 de março.

De São Petersburgo para Moscovo, a AFP entrevistou Konstantin Daragan, um astrólogo que se tornou famoso na Rússia depois de ter previsto a pandemia de covid-19, e que, tal como Korolyova, também prevê a vitória da Rússia - contra os ucranianos e contra o Ocidente.

"A Rússia vai tornar-se no centro do mundo após o conflito", escreveu Daragan, numa publicação divulgada nas suas redes sociais.

Konstantin Daragan é natural da região leste da Ucrânia, no Donbass, que tem sido particularmente fustigada pelos confrontos, e diz ter aconselhado ministros, banqueiros e até membros dos serviços de inteligência da Ucrânia no passado. Mas em 2014 o astrólogo trocou a Ucrânia por Moscovo depois da chegada ao poder de autoridades pró-Ocidentais na região.

Daragan diz apoiar a guerra, mesmo depois de a sua terra natal, Lysychansk, ter ficado completamente destruída pelos recentes confrontos que obrigaram à retirada das tropas ucranianas.

Tal como Korolyova, também Daragan está a ver o seu negócio crescer. O astrólogo é dono de uma escola de Astrologia Clássica que viu o número de alunos duplicar desde o início da invasão da Ucrânia. Anna Markus está entre os 200 alunos de Daragan e revela que decidiu começar a observar as estrelas para tentar "encontrar a lógica nos eventos que decorrem na terra". Em declarações à AFP, Markus diz ter um mapa estrelar que prova que os Estados Unidos são "o verdadeiro culpado" da guerra na Ucrânia.

As preocupações dos ucranianos

Tal como os russos, também os ucranianos estão a procurar cada vez mais a ajuda dos astrólogos para obter respostas às dúvidas que assombram o seu quotidiano - embora com preocupações distintas das dos russos. De acordo com a astróloga Olena Umanets, os ucranianos querem saber "se vai acontecer uma guerra nuclear, se devem deixar o seu país, se os seus entes queridos estão em perigo".

Em entrevista à AFP, Olena Umanets recorda uma consulta online com uma cliente - uma produtora de televisão de Kiev, com 46 anos, que estava preocupada com o marido, que estava na linha da frente dos combates. Depois da consulta, a mulher voltou a contactar Umanets, desta vez para lhe contar que o marido lhe tinha telefonado. "Obrigado por ter me encorajado a rezar por ele, foi um alívio partilhar essa responsabilidade com as estrelas", disse na altura a cliente.

As previsões dos astrólogos ucranianos parecem, contudo, muito diferentes das dos russos. Vlad Ross, um astrólogo muito famoso nos media ucranianos, diz que Putin está "gravemente doente" e prevê que o chefe de Estado russo "não irá passar de março de 2023". Já a astróloga ucraniana Angela Peark garante que a vitória de Kiev "está iminente".

Ainda assim, uma coisa fica certa: russos e ucranianos procuram agarrar-se a tudo para encontrar um sinal de esperança numa altura em que a guerra parece estar longe de acabar.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados