Batalhas dinásticas, negócios e manobras políticas num império de média: a extraordinária família Murdoch, que inspirou a série “Succession”

CNN , Beth Marengo e Samaria Parker
25 abr, 19:00
A família Murdoch

Acabou com negócios de concorrentes, foi acusado de envolvimento político, colocou os filhos uns contra os outros, passou por escândalos nos jornais tabloides. O quem-é-quem na linha de sucessão do clã de Rupert Murdoch.

Quem é quem: conheça a Família Murdoch

Ao longo dos últimos 70 anos, o magnata dos média Rupert Murdoch transformou uma pequena empresa familiar de jornais australiana no mais poderoso império de comunicação social conservador da história. Com um valor de mercado de 13,5 mil milhões de dólares (12,5 mil milhões de euros), a News Corp é uma das empresas mais influentes do planeta.

A história por detrás das táticas implacáveis nos negócios, manobras políticas e batalhas dinásticas familiares que fizeram parte da criação dessa potência dos média seria conteúdo perfeito para uma das agências de notícias ou canais de televisão da News Corp, se não fosse sobre o próprio Rupert. Agora, à medida que a figura aparentemente invencível avança para os noventa anos, as especulações no mundo dos negócios, da política e do entretenimento sobre quem lhe sucederá como líder da News Corp atingiram um pico febril.

Eis um olhar sobre o quem-é-quem na linha possível de sucessão, e no clã Murdoch de uma forma mais ampla.

O patriarca

Rupert Murdoch, presidente da News Corp e co-presidente da 21st Century Fox, no Sun Valley Resort, em 2018.

Rupert Murdoch

O australiano Rupert Murdoch, 91, é o magnata dos média que transformou a pequena empresa jornalística que herdou de seu pai, em 1952, na News Corporation, Ltd., o império multibilionário de média global, com presença no cabo, cinema, televisão, internet, satélite, desporto, imprensa e outros campos. Em diferentes alturas, o conglomerado incluiu os jornais News of the World, o Sun, o New York Post e o Wall Street Journal; o estúdio de cinema da Twentieth Century Fox; a rede Fox Broadcasting; o Canal Fox News; as publicações da HarperCollins e os Los Angeles Dodgers.

Murdoch foi casado quatro vezes e teve seis filhos ao longo de sua longa carreira de sete décadas. Vários dos seus filhos seguiram-no nos negócios da família. A propensão de Murdoch para colocar os filhos uns contra os outros, numa competição de anos para ver quem lhe sucederá como chefe da News Corp, é considerada a inspiração para a popular série da HBO, "Succession".

A crueldade de Murdoch estende-se muito além do seu círculo familiar. No início da carreira, desenvolveu a tática de enfrentar os concorrentes comprando-os ou acabando-lhes com o negócio. As transações dos seus tablóides britânicos ficaram sob escrutínio em 2011, quando foi descoberto que os repórteres estavam a invadir telefones de membros da realeza, de celebridades e de vítimas de crimes para ter notícuias. A marca da família Murdoch voltou às manchetes quando o CEO do Fox News Channel, Roger Ailes, foi forçado a renunciar a meio de alegações de assédio sexual em 2016.

Murdoch ainda ocupa o cargo mais alto na News Corp, segunda encarnação da agora extinta News Corporation, que se dividiu em duas companhias em 2013. Não é claro quem liderará a empresa quando ele morrer.

Potenciais herdeiros

Lachlan Murdoch

Lachlan Murdoch, 50, é o filho mais velho de Rupert Murdoch com a sua segunda mulher, Anna. Começou a aprender o negócio da família ainda jovem, estagiando nos meios de comunicação do pai. Subiu rapidamente na hierarquia executiva e, em 1997, tornou-se presidente executivo da News Ltd. Na altura, o seu pai descreveu Lachlan como o seu aparente herdeiro, "o primeiro entre iguais". A ascensão continuou sem problemas até 2005. Nesse ano, Lachlan deixou abruptamente os cargos executivos na News Corporation, depois de uma batalha com Ailes sobre a direção da rede de notícias na televisão por cabo – e afastando-se efetivamente do caminho de “aparente herdeiro”. Lachlan lançou então a sua própria empresa de investimentos, a Illyria Pty, na Austrália. Após uma ausência prolongada, Lachlan regressou aos negócios da família em 2014 e retomou à posição de potencial herdeiro do império, tornando-se CEO da Fox Broadcasting e presidente executivo da 21st Century Fox. Pouco depois, o irmão mais novo de Lachlan, James, foi escolhido para ser o CEO da 21st Century Fox numa experiência de partilha de poder orquestrada por Rupert entre os irmãos. A experiência não teve sucesso e Rupert vendeu a 21st Century Fox à Disney em 2019. Lachlan ocupa agora os cargos de presidente executivo e CEO da Fox Corporation, co-presidente da News Corp e  presidente executivo da NOVA Entertainment, empresa de média da Austrália.

James Murdoch

James Murdoch, 49, é o quarto filho de Rupert Murdoch, e o segundo filho com a sua segunda mulher, Anna. As escolhas iniciais de carreira de James estiveram desalinhadas do império jornalístico conservador do pai: abandonou a universidade de Harvard em 1995 para lançar a sua própria editora de música hip-hop, a Rawkus Records. Anos depois, fez a transição para cargos executivos dentro da News Corporation e assumiu o papel de homem da corporação. Depois de Lachlan deixar a Fox em 2005, James passou cada vez mais a ser visto como o novo herdeiro do seu pai.

Em 2007, James tornou-se presidente da BSkyB. Em 2011, foi nomeado vice-COO da News Corporation, e presidente e CEO da News International. Mas, enquanto James subia a novos patamares no império, a empresa foi envolvida num escândalo, quando investigadores e jornalistas descobriram que trabalhadores de alguns dos tablóides de Murdoch na Grã-Bretanha estavam a invadir telefones de figuras públicas e de vítimas de crimes para obter notícias. Em resultado disso, James foi forçado a deixar o cargo de presidente da BSkyB.

Depois de um hiato de vários anos, voltou aos negócios da família, tornando-se presidente da Sky e CEO da 21st Century Fox, co-liderando a empresa com o irmão mais velho, Lachlan, que era presidente executivo. O acordo de liderança conjunta falhou, e James deixou a 21st Century Fox em 2019, quando a empresa foi vendida à Disney, e depois deixou a Sky quando o controlo maioritário foi adquirido pela Comcast. Há muito conhecido como o liberal solitário do clã Murdoch, as diferenças políticas de James com a sua família vieram à tona, o que o levou a renunciar ao conselho de administração da News Corp em 2020, escrevendo na época: "A minha renúncia deve-se a divergências sobre determinados conteúdos editoriais publicados pelos meios de comunicação da empresa e sobre algumas outras decisões estratégicas."

Elizabeth Murdoch

Elisabeth Murdoch, 53, é o segundo filho de Rupert Murdoch, o seu primeiro com a segunda mulher, Anna Murdoch. Elisabeth começou cedo a sua formação na empresa familiar, com estágios e empregos em propriedades de Murdoch. Em 1996, tornou-se diretora-gerente da Sky Networks na BSkyB. Mas, vários anos depois, foi preterida para o cargo de chefe-executiva da Sky.

Rupert considera Elisabeth como sendo muito parecido com ele, mas tem sido mais desdenhoso em relação às tentativas da filha de assumir o trono, dizendo a determinada altura que ela teria que descobrir quantos filhos queria ter antes de planear mais avanços na empresa. Em 2000, ela deixou os negócios da família e fundou a Shine, uma das maiores produtoras independentes do Reino Unido, com programas como "The Biggest Loser", "Master Chef" e "History Cold Case".

Quando a News Corporation adquiriu a Shine em 2011, Elisabeth tentou ocupar um lugar no conselho de administração da News Corporation, mas o escrutínio sobre o escândalo de “hacking” de telefones impediu que isso acontecesse. Deixou a Shine após uma fusão com duas outras produtoras. Em 2019, estabeleceu uma nova produtora, a Sister, que em 2021 financiou a abertura de uma filial em Londres da Ghetto Film School, um programa sem fins lucrativos voltado para a entrada de jovens negros na indústria do entretenimento.

Mulheres

Patricia Booker

Rupert Murdoch e a sua primeira mulher, Patricia Booker, ex-modelo e comissária de bordo, casaram-se em 1956. Ela deu à luz o seu primeiro filho, uma menina chamada Prudence, dois anos depois. O casamento durou 11 anos; divorciaram-se em 1967.

Anna Murdoch

Rupert conheceu Anna Torv no seu jornal The Daily Mirror, em Sidnei, onde ela trabalhava como repórter. Poucos meses após o divórcio de Patricia, Rupert e Anna casaram-se. Tiveram três filhos juntos: Elisabeth, Lachlan e James, que são agora os principais candidatos a herdeiros do império Murdoch. Ao longo dos anos, Anna publicou vários romances, um dos quais apresentava uma família que tinha uma notável semelhança com a sua. Passou três décadas a criar a sua família e a atuar como leal parceira de Rupert no palco mundial. Em meados da década de 1990, quando Rupert se aproximava da idade convencional de reforma, Anna esperava que Rupert reduzisse o seu esforço incansável em construir o império, e passasse mais tempo com ela a aproveitar os “anos dourados”. Rupert opôs-se completamente a essa ideia. O desacordo levou a um rompimento irreconciliável, e os dois divorciaram-se em 1999, após 31 anos de casamento.

Wendi Deng

Rupert Murdoch com Wendi Deng, na cerimónia dos Óscares de 24 de fevereiro de 2013

Deng, 53, terceira mulher de Rupert Murdoch, é mãe dos seus dois filhos mais novos, Grace Murdoch, 20, e Chloe Murdoch, 18. Wendi conheceu Rupert quando trabalhava na sua rede Star TV em Hong Kong. A jovem promessa encantou imediatamente o magnata dos média; um ex-colega contou: "Ela sempre foi alguém que se sairia bem. Só não imaginávamos quão bem". Eles casaram-se em junho de 1999, dois anos depois de se conhecerem e apenas 17 dias depois do divórcio de Rupert com a sua segunda mulher, Anna, estar concluído. Wendi tornou-se um dos conselheiros e confidentes mais próximos de Rupert, mas os seus filhos mais velhos opuseram-se ao casamento e viram Wendi como uma potencial concorrente pelo controlo do império Murdoch. Mas após 14 anos, o casamento desfez-se entre alegações de infidelidade de Wendi, sobre as quais ela se recusou a comentar.

Jerry Hall

Jerry Hall acompanha Rupert Murdoch, na cerimónia dos Globos de Ouro, na Califórnia, a 10 de Janeiro de 2016, dois dias antes de anunciarem o noivado

Ex-supermodelo e ex-namorada do astro de rock Mick Jagger, Jerry Hall casou-se com Rupert Murdoch em 2016, quando ela tinha 59 anos e ele 85. Os filhos adultos de Murdoch gostam genuinamente de Jerry e aprovaram a união, uma circunstância muito diferentes da do seu casamento com Wendi Deng . O casamento em Londres foi um alegre evento familiar e representou um raro momento de solidariedade entre o clã Murdoch.

Outras crianças

Prudence Macleod

Prudence Macleod é a filha mais velha de Rupert do seu primeiro casamento com Patricia Booker. Prudence nunca mostrou muito interesse em gerir os negócios da família, e ficou em grande parte fora da batalha de sucessão que enlaçou os seus irmãos Elisabeth, Lachlan e James. Ocupou diferentes cargos na News Corporation ao longo da sua carreira e faz atualmente parte do conselho de administração da Times Newspapers, Ltd. Tem também uma participação com direito a voto no fundo da família Murdoch.

Grace Murdoch e Chloe Murdoch

Grace, 20, e Chloe, 18, são as duas filhas mais novas de Murdoch do seu casamento com Wendi Deng. Passaram a infância a viajar entre as propriedades da família em Nova Iorque, Los Angeles e Arizona, e em destinos de férias de luxo à volta do mundo. Ambas frequentaram a prestigiada Escola Brearley, em Manhattan. Grace mudou-se agora para a Universidade de Yale, enquanto Chloe estuda em Stanford. Os Murdochs mais jovens têm ações sem direito a voto no fundo da família Murdoch, o que os coloca, junto com os seus meio-irmãos mais velhos, na posição para herdar milhares de milhões.

Líderes

Mais Líderes

Patrocinados