Saiba tudo sobre o Euro aqui

Tavares manifesta "toda a confiança" no cabeça de lista do Livre

Agência Lusa , JGR
1 jun, 20:20
Rui Tavares e Francisco Paupério, no Congresso do Livre (Lusa/António Cotrim)

A ausência de Rui Tavares, porta-voz e o rosto mais conhecido do partido, tem sido questionada nos últimos dias, sobretudo porque todos os líderes partidários dos partidos com assento parlamentar têm acompanhado os seus candidatos ao longo da campanha

Rui Tavares, porta-voz do Livre, manifestou este sábado "toda a confiança" no cabeça de lista do partido às eleições europeias, Francisco Paupério, e justificou a sua ausência das ações de campanha com incompatibilidade de agendas, mas desvalorizando o tema.

"Tenho toda a confiança naquilo que o Francisco Paupério disser acerca do programa do Livre e da União Europeia", assegurou Rui Tavares, em declarações aos jornalistas, à chegada à praça Francisco Sá Carneiro, onde se juntou, pela primeira vez, ao cabeça de lista desde o início da campanha.

A ausência de Rui Tavares, porta-voz e o rosto mais conhecido do partido, tem sido questionada nos últimos dias, sobretudo porque todos os líderes partidários dos partidos com assento parlamentar têm acompanhado os seus candidatos ao longo da campanha para as eleições europeias de 9 de junho.

Francisco Paupério já tinha desvalorizado o tema, afirmando que não se sentia abandonado e que o partido estava unido. Essas dúvidas foram hoje novamente afastadas pelo próprio Rui Tavares, depois de lamentar que a comunicação social não o tivesse procurado para esclarecer as razões da sua ausência na campanha.

"Eu estive no lançamento da campanha do Livre. Vocês não estavam lá, não estavam lá as câmaras", apontou, referindo-se ao evento de abertura de campanha, que se realizou em Lisboa no dia 24 e em que a Lusa acompanhou.

Por outro lado, Rui Tavares sublinhou ainda que, apesar da sua ausência desde o arranque oficial, esteve presente noutros momentos, como a preparação dos debates e o planeamento da campanha, e reafirmou a confiança no cabeça de lista, que disse estar a representar muito bem o partido.

"Oiço dizer há tantos anos "Porquê o Rui Tavares? Sempre o Rui Tavares?" e depois, nos dias em que não estou, é "Onde está o Rui Tavares? Que falta faz o rui Tavares". Nós estamos muito bem representados, temos muitos homens e mulheres para nos representar, o Francisco tem estado a fazer um excelente trabalho", sublinhou.

O deputado aproveitou o tema para deixar ainda críticas à oposição e, sobretudo, à Aliança Democrática (AD) e ao presidente do PSD, Luís Montenegro.

"Se calhar, as outras lideranças dos partidos podem não ter a mesma confiança porque escolheram os candidatos um bocadinho de improviso, não passaram pelo mesmo processo de debate que existiu no Livre", afirmou.

E continuou: "Quem deve ter algum problema é, por exemplo, o primeiro-ministro, Luís Montenegro, que algumas vezes tem dúvidas se o seu cabeça de lista não sabe de cor o programa da AD ou se diz algum disparate sobre a Europa".

Além de Rui Tavares, que prometeu voltar à campanha na próxima semana, hoje foi também a primeira vez que se juntaram a Francisco Paupério a "número dois" da lista, Filipa Pinto, e o deputado da Assembleia da República eleito pelo círculo do Porto, Jorge Pinto.  

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados