opinião
Colunista e comentador

SC Braga, com ou sem Horta, quer ou não o FC Porto campeão? (pode responder aqui)

14 jul, 16:59

Rui Santos, em 20 pontos, escreve sobre o negócio RICARDO HORTA, estabelecendo pontes com a venda de DAVID CARMO para o FC Porto: “não basta ser sério; também é preciso parecer”…

Este tema à volta do interesse do Benfica em contratar RICARDO HORTA e tudo o que passou a rodear esse interesse merece ser aprofundado, inclusive a eventual ligação com a negociação que levou o ex-bracarense DAVID CARMO para as fileiras do FC Porto.

  1. Não está em causa o valor do jogador: levou tempo a ser reconhecido, mas aos 27 anos (quase 28) poucas são as dúvidas de que pode ser um reforço para as principais equipas portuguesas.

  2. Fica, pois, afastada aquela hipótese (que muitas vezes acontece pelo peso dos empresários) de se querer transformar uma abóbora numa carruagem encantada. Não é um craque, já passou o tempo de ser uma revelação, mas chegou a um ponto de maturidade que pode ser muito útil a qualquer equipa, em Portugal.

  3. Não deixa de ser curioso, no entanto, que a sua recente chamada à Seleção Nacional se tenha dado no momento em que foi tornado público o interesse efectivo de um ‘grande’ (neste caso, o Benfica) na aquisição do jogador.

  4. Outra coisa que se tornou clara é que a informação publicada sobre as percentagens do ‘passe’ de RICARDO HORTA não é official.

  5. Todas as informações publicadas decorrem de consulta de ‘fontes’.

  6. Não há um organismo que tenha essa informação e que possa ser consultada. Ou a pedido ou através de acesso público. Não faz qualquer sentido esta cultura de obscurantismo e não me atirem com o argumento de que o segredo é a alma do negócio, porque o negócio já perdeu a alma há muito tempo e, em muitos casos, a virtude.

  7. Por isso, fui sempre a favor de uma Casa de Transferências, mas independentemente disso a Liga e a FPF, em conjunto, deveriam fazer algo para que não se fizesse deste procedimento um tabu. Há alguém interessado no tema? FERNANDO GOMES? PEDRO PROENÇA? JOAQUIM EVANGELISTA? Alguém do Governo ou do poder político?

  8. A quem interessa a falta de transparência? Aos empresários e às suas ligações de privilégio? O que têm a esconder os dirigentes?

  9. ANTÓNIO SALVADOR sabe que, nesta operação, está a defender, no limite, os interesses do SC Braga, mas sabe também que em seu redor há outras entidades a ganhar mais com o negócio.

  10. Com LUÍS FILIPE VIEIRA à frente dos destinos do Benfica, o negócio provavelmente já se teria feito.

  11. A partir do momento em que VIEIRA passou a ser acossado pelas investigações, assim como PINTO DA COSTA, houve uma dinâmica de aproximação, que até levou o presidente do FC Porto a fazer filmagens na Luz, como se nada se tivesse passado nas relações entre FC Porto e Benfica.

  12. PINTO DA COSTA ainda se aproximou de RUI COSTA, este ainda lhe estendeu a mão, mas rapidamente se percebeu que RUI COSTA não queria ir no engodo e ser atraído para uma estratégia em que ficasse ‘portodependente’.

  13. O mesmo aconteceu nas ligações entre ANTÓNIO SALVADOR e o Benfica. Com VIEIRA, muitas e próximas. Com RUI COSTA, poucas e muito menos “à vontadinha”. Chegou a dizer-se que o SC Braga era, no tempo de VIEIRA, uma espécie de “Benfica B” da I Liga. Lembram-se?

  14. ANTÓNIO SALVADOR, mesmo com VIEIRA por perto em diversos planos, nas presidências e no empresariado, manteve sempre relações pessoais e institucionais com PINTO DA COSTA…

  15. … E com VIEIRA fora-de-jogo, SALVADOR e PINTO DA COSTA puseram-se facilmente de acordo em relação a DAVID CARMO, sobretudo depois de RUI COSTA ter promovido o desvio de JOÃO VICTOR, do Dragão para a Luz.

  16. PINTO DA COSTA não perdoou. Tratou tudo com ANTÓNIO SALVADOR, pagando 20 M€ por DAVID CARMO.

  17. 20M€? É um exagero, não é? A pergunta pode colocar-se: este valor (já vamos ao tão polémico bónus de 500 000€/época, sempre e quando o FC Porto for campeão nos próximos 5 anos) terá sido inflacionado, no âmbito das boas relações SALVADOR/PINTO DA COSTA, para condicionar o negócio a envolver o SC  BRAGA e o BENFICA (ou outro clube qualquer)?

  18. A pressão exercida por SALVADOR e PINTO DA COSTA junto de RUI COSTA vai fazer vacilar o Benfica, agora com esta hipótese supletiva de DAVID CARMO ter sido inflacionado, já a prever a possibilidade ‘in extremis’ do jogador fechar com o FC Porto?

  19. Quanto à questão do bónus, ele pode não ser ilegal mas é altamente comprometedor em termos éticos e no âmbito da salvaguarda da verdade desportiva; já o era, aliás, quando em 2019 o Benfica (com VIEIRA) se prontificou a pagar 750 000€ ao Moreirense, caso os ‘encarnados’ se apurassem para a Champions, no âmbito da transferência de CHIQUINHO para a Luz.

  20. ANTÓNIO SALVADOR e o SC Braga justificam as críticas a este tipo de mecanismo a uma “cultura desportiva doentia’, mas SALVADOR sabe que essa “cultura desportiva doentia” tem imperado de norte para sul e de sul para norte e para se evitar especulações ou toques na ferida (conforme os gostos e os posicionamentos), não basta ser, também é preciso parecer. Não basta à comunidade do futebol que ANTÓNIO SALVADOR ou outro protagonista da bola indígena venham dizer que não pactuam “com insinuações sobre as suas praticas e os seus interesses”. É preciso ir mais além, e ir mais além é evitar acordos desta natureza, que deixam sempre um halo de dúvida, sobretudo num futebol pejado de casos escandalosos de enviesamento da verdade desportiva.

Em jeito de conclusão, a pergunta é muito simples: no âmbito desse acordo em redor da venda de DAVID CARMO e desse bónus, o SC Braga (com ou sem HORTA) quer ou não o FC Porto campeão? Se ganha mais com isso, é legítimo pensar-se que não queira ou que lhe seja indiferente?…

*pode deixar a resposta em https://www.facebook.com/cnnportugal/ ou enviar email para rsemcampo@cnnportugal.pt

Relacionados

Colunistas

Mais Colunistas

Patrocinados