Rio não comenta absolvição de Rui Moreira, “é uma matéria local”

21 jan, 18:56
Rui Rio acusa Rui Moreira de deixar o Porto para trás

Vladimiro Feliz, candidato à Câmara do Porto pelo PSD, disse que Moreira não tinha condições para se recandidatar e Rui Rio falou sobre o uso da Câmara para fazer negócios de família

Fonte oficial do PSD responde à CNN Portugal que Rui Rio “não comenta” a absolvição de Rui Moreira no processo Selminho, argumentando que “é uma matéria local”. A resposta foi dada antes de o autarca do Porto ter criticado Rio por ter feito aproveitamento político do caso judicial que agora o ilibou.

“Não comenta. É uma matéria local.” Foi esta a resposta de fonte oficial do PSD à CNN Portugal, que quis uma reação do presidente do PSD à absolvição de Rui Moreira no caso Selminho, cuja sentença foi lida esta sexta feira à tarde.

Em causa está o facto de o PSD se ter pronunciado sobre o caso nas últimas eleições autárquicas, de setembro de 2019. Fê-lo através de Vladimiro Feliz, candidato à Câmara pelo PSD, que disse que Moreira não tinha condições para se candidatar, e através do próprio Rui Rio, que falou sobre o uso da Câmara para fazer negócios de família.

A resposta da fonte oficial do PSD foi dada à CNN Portugal pouco depois da decisão do tribunal, e ainda antes de Rui Moreira ter feito uma conferência de imprensa em que afirmou que o processo político teve impacto nas eleições, que acabou por vencer mas perdendo a maioria absoluta. O presidente da autarquia do Porto (cargo que Rui Rio ocupou durante 12 anos, entre as eleições de 2001 e 2013) criticou na conferência de imprensa os políticos que fizeram “aproveitamento político” do caso judicial, querendo que ele não se candidatasse, inclusive “um líder partidário”.

Em maio de 2021, depois da decisão instrutória que determinou que o caso iria a julgamento (marcado depois para novembro), Rui Rio afirmou que “Vladimiro Feliz nunca se aproveitou do cargo de vice-presidente ou de vereador para fazer negócios em benefício pessoal ou da sua família”. Moreira respondeu então: “Achava que o Dr. Rui Rio não fosse populista e demagogo”.

Na mesma altura, Vladimiro Feliz afirmou que o debate político “não deve ser centrado em questões de ordem judicial” mas sublinhou a “enorme gravidade” do que estava em causa: “A partir de hoje, o Dr. Rui Moreira, se for candidato a presidente da Câmara do Porto, não tem condições de assumir que cumprirá integralmente o seu mandato”, afirmou Vladimiro Feliz, que pediu a Moreira “uma séria reflexão” e uma “ponderação acrescida” sobre uma sua recandidatura à presidência da Câmara Municipal do Porto, que acabou por ser depois oficialmente anunciada. Já esta sexta-feira, e depois da notícia da absolvição de Rui Moreira, Vladimiro Feliz sublinhou que o Ministério Público pode recorrer.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Política

Mais Política

Patrocinados