Rabino russo diz que Abramovich tem "ligação sentimental a Portugal" e até "hábitos alimentares sefarditas"

Nuno Guedes , Maria Miguel Cabo
6 abr, 21:30

CNN Portugal teve acesso a documentos que levaram o oligarca russo a obter a nacionalidade portuguesa. Além do rabino do Porto, três outros rabinos de vários países certificaram a descendência sefardita.

A Federação das Comunidades Judaicas da Rússia garante que Roman Abramovich mantém uma ligação sentimental a Portugal. É isso que se lê num dos documentos que o oligarca russo entregou na Comunidade Israelita do Porto quando pediu o certificado de descendência sefardita.

Os documentos indicam que foram pelo menos três as entidades judaicas internacionais a certificar essa descendência, mas existe uma que deu mais detalhes sobre uma ligação a Portugal que até recentemente era completamente desconhecida.

O certificado em causa, que a Comunidade Israelita do Porto confirma à CNN Portugal que está no processo arquivado sobre Abramovich, é passado pelo presidente da Federação das Comunidades Judaicas da Rússia, o rabino Alexander Boroda, que não tem dúvidas sobre o passado da família de Abramovich e a ligação que mantém com Portugal.

É referido em cinco pontos que o bilionário sancionado pela União Europeia pelas ligações ao Kremlin "é descendente de judeus sefarditas, "mantém uma ligação sentimental a Portugal", "é membro da comunidade sefardita", "tem antepassados sefarditas" e é "um judeu sefardita português."

O documento justifica as afirmações anteriores com base nos testemunhos de Abramovich recolhidos pelo próprio rabino/presidente da Federação das Comunidades Judaicas da Rússia, um homem que, segundo o "The Jerusalem Post", é o segundo judeu mais influente da Rússia e um dos confidentes de Vladimir Putin.

Nesse mesmo certificado, Alexander Boroda vai mais longe: "Confirmo que Roman Abramovich preserva rituais, estilo de vida, tradições e hábitos alimentares sefarditas".

"Apelido de origem sefardita"

O rabino russo não foi, no entanto, o único a subscrever que Roman Abramovich é descendente de judeus sefarditas.

Outro certificado, assinado pelo diretor do Centro de Educação Sefardita de Jerusalém, o espanhol Baruch Garzó, analisa a origem do apelido "Abramovich" e conclui que se pode "afirmar sem a menor dúvida que Abramovich é um apelido de origem sefardita" com origem na Península Ibérica, apesar de adaptado às línguas que se falam no Leste da Europa. Em português, Abramovich significará "filho de Abraão".  

Finalmente, outro documento entregue por Roman Abramovich na Comunidade Israelita do Porto é assinado por um rabino do movimento Chabad, uma das maiores organizações judaicas do mundo.

O rabino Leib Leibel atesta que o oligarca tem "fortes raízes sefarditas e a sua família pertence ao grupo de famílias sefarditas que foram forçadas a sair da Península Ibérica e que mais tarde se radicaram na comunidade portuguesa de Hamburgo".

O certificado passado pelo rabino do movimento Chabad (uma organização judaica apoiada por Abramovich) detalha que em 1850 viviam em Hamburgo cerca de 14 mil judeus, grande parte de origem sefardita que se misturaram com judeus asquenazes, "perdendo a sua identidade portuguesa" e saindo mais tarde para países como a Lituânia, Polónia ou Rússia.

Rabino do Porto arguido

O processo de naturalização de Roman Abramovich tem sido polémico e levou o Ministério Público a deter e constituir como arguido o rabino da Comunidade Israelita do Porto. 

Daniel Litvak assinou o certificado a confirmar a origem sefardita que permitiu pedir a nacionalidade lusa, mas tem dito que o fez com base em outros certificados passados por altas entidades judaicas de vários países.

Além do caso do oligarca, o rabino do Porto é suspeito de ter sido corrompido em dezenas de processos de naturalização, sabe a TVI/CNN Portugal, existindo vários processos a correr no país em diferentes comarcas.

Em causa estão os crimes de tráfico de influências, corrupção ativa, falsificação de documento, branqueamento de capitais, fraude fiscal qualificada e associação criminosa.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados