"Robert Fico está entre a vida e a morte", diz Orbán

17 mai, 07:50
Antigo primeiro-ministro eslovaco Robert Fico (Martin Divisek/EPA-EFE/Shutterstock)

Primeiro-ministro eslovaco foi baleado há dois dias

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, está entre a vida e a morte, dois dias depois da tentativa de homicídio que provocou ondas de choque em toda a Europa, disse o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, à rádio pública esta sexta-feira.
 
"Estamos a rezar pelo primeiro-ministro e a torcer pela Eslováquia. Desejamos-lhe uma rápida recuperação e o seu regresso ao trabalho. Robert Fico está entre a vida e a morte".

Segundo a Reuters, que cita a imprensa local, os médicos eslovacos vão reunir-se na segunda-feira para avaliar o estado de saúde do primeiro-ministro Robert Fico e discutir a possibilidade de o transportar de Banska Bystrica para a capital Bratislava.

Segundo o presidente eslocavo, Peter Pellegrini, Fico continua em estado grave mas estável e consegue falar um pouco.

Roberto Fico, de 59 anos, foi atingido no estômago por vários tiros, disparados junto da Casa da Cultura, na cidade de Handlova, localizada a cerca de 150 quilómetros a nordeste da capital.

A polícia isolou o local e o suspeito foi detido, sendo que a polícia eslovaca já acusou um homem de ligação com a tentativa de homicídio.

O autor dos disparos contra Fico, detido ainda no local do crime, é um homem de 71 anos, natural da cidade de Levice, no sudeste do país, que foi detido pela polícia no local do ataque, segundo os meios de comunicação eslovacos.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados