PRO.VAR cancela protesto marcado para Natal e passagem de ano

Agência Lusa , PF
23 dez 2021, 13:59
Novas regras na restauração
Novas regras na restauração

A associação insistiu, contudo, no reforço do programa Apoiar para a restauração

PUB

A PRO.VAR cancelou esta quinta-feira o protesto que previa o encerramento de restaurantes no Natal e na passagem de ano, após o Governo anunciar que os autotestes poderão ser utilizados para aceder aos estabelecimentos quando feitos no local, sob supervisão.

“Perante esta alteração, as centenas de empresários da restauração que iriam encerrar os restaurantes estão a informar a PRO.VAR de que irão recuar nessa intenção, dando por isso o protesto por cancelado”, refere uma nota da associação, divulgada esta quinta-feira.

PUB

Durante a manhã, o Ministério da Saúde anunciou que esta possibilidade se enquadra no âmbito das medidas adicionais adotadas pelo Governo para contenção da pandemia e aprovadas na terça-feira em Conselho de Ministros.

São igualmente admitidos o comprovativo de teste PCR com uma antecedência de 72 horas e o comprovativo de teste rápido de antigénio (TRAg) com uma antecedência de 48 horas.

“Os três tipos de testes referidos serão, pois, admitidos, nos termos das decisões tomadas para o período de contenção de contactos, no acesso a estabelecimentos turísticos ou de alojamento local e a eventos de qualquer natureza (com exceção de celebrações religiosas)”, é referido na nota.

PUB
PUB
PUB

Estes três tipos de teste serão também admitidos nos dias 24, 25, 30 e 31 de dezembro e 1 de janeiro no acesso a restaurantes e estabelecimentos de jogos de fortuna ou azar ou celebrações autorizadas de Ano Novo.

A associação insistiu ainda no reforço do programa Apoiar para a restauração, criado para auxiliar os empresários do setor a fazer face aos efeitos da pandemia na sua operação, bem como na reestruturação das dívidas de tesouraria e a diminuição do IVA da restauração.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados