Novo relatório indica que pico de novos casos será em duas semanas. E Portugal chegará aos 150 mil infetados por dia

26 jan, 12:59
Teste de detação de SARS-CoV-2

Relatório do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, a que a CNN Portugal teve acesso, revela que depois do final de Fevereiro toda a população terá alguma imunidade ao vírus

Portugal chegará ao pico de incidência entre o início e o 12º dia de fevereiro. A previsão é feita no relatório Situação dos indicadores de Risco em Portugal, levado a cabo pelo grupo de trabalho de acompanhamento da pandemia de COVID-19 em Portugal - 2022 do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa e da Ordem dos Médicos, e ao qual a CNN Portugal teve acesso.

De acordo com o documento, o pico da incidência deverá ter “um valor real de 150.000 casos, dos quais serão visíveis apenas 60.000 a 65.000 casos, que se obtém ao nível de saturação de testes”. Atualmente, Portugal tem uma média dirária de 36 mil novas infeções por dia, tendo estado já alguns dias próximo das seis mil dezenas de casos.

Os autores do relatório estimam “uma positividade de cerca de 15%” e que, com isso, pode-se “esperar 70.000 casos se se conseguirem realizar quase 470.000 testes oficiais por dia, um valor muito elevado”. 

O pico de infeções acontecerá “por saturação de contágios entre susceptíveis (os não vacinados e em pessoas em que existe evasão vacinal ou senescência imunológica)”, lê-se no relatório, que dá conta que é “a primeira vez que este fenómeno se observa em Portugal” e “que é assinalável” desde a entrada em circulação do SARS-CoV-2 em território nacional, em 2020. 

A partir do pico da incidência e do pico dos casos ativos, garante o documento, “alguns dias depois (quatro a sete), a descida será acentuada por saturação dos imunizados e redução dos susceptíveis”. Deste modo, e à boleia da elevada taxa de cobertura vacinal e da velocidade dos novos contágios, “depois do final de Fevereiro toda a população terá alguma imunidade ao vírus”, revela o relatório.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados