Covid-19: “Estamos a ir com tudo o que temos”, diz Boris Johnson num apelo à vacinação em dia recorde de contágios

15 dez 2021, 18:31

No dia em que o Reino Unido regista um novo recorde do número de infetados por Sars-CoV-2, o primeiro-ministro anuncia uma massificação da dose de reforço da vacina contra a covid-19

PUB

Desde 8 de janeiro que o Reino Unido não contabilizava tantos novos casos de infeção por Sars-CoV-2. Nas últimas 24 horas, foram registados 78.610 casos de infeção pelo novo coronavírus, um número que levou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, a apelar pela adesão dos cidadãos ao reforço da vacinação.

Todas as pessoas que tomem a dose de reforço estão a ajudar”, disse o governante, frisando que o objetivo é aumentar a taxa de vacinação na Escócia, Gales e Norte de Irlanda.

PUB

Em conferência de imprensa, que decorreu esta quarta-feira à tarde, Boris Johnson destacou o facto de ontem ter sido o dia com maior adesão à vacinação no Reino Unido. Além disso, reforçou ainda a importância do uso de “máscaras em espaços fechados” e a ventilação dos mesmos. Johson apelou ainda à testagem, seja antes de um evento com muitas pessoas ou antes de visitar uma “pessoa idosa ou vulnerável”

Vamos desacelerar a propagação da Ómicron e ao mesmo tempo vamos apostar na imunidade pela vacinação”, destacou o governante.

PUB
PUB
PUB

Para fazer frente à nova variante, que, de acordo com os dados mais recentes, pode tornar-se dominante já no início de Janeiro, o primeiro-ministro destacou o esforço para vacinar nos hospitais, nos centros de vacinação, nas ruas principais e nos centros comerciais, nos estádios e nos eventos, como os que vão acontecer este fim de semana em Stamford Bridge e Wembley.

Estamos a ir com tudo o que temos”, frisou Johnson.

Depois de o Reino Unido ter entrado naquele que é chamado de Plano B, Boris Johnson não prevê para já novas medidas, defendendo que as que entraram há dias em vigor, juntamente com uma maior campanha de vacinação, são a "mistura certa".

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados