Como uma caneta de tinta permanente irritou o rei Carlos III (outra vez)

14 set, 09:16

Tudo aconteceu durante uma visita ao Castelo de Hillsborough, na Irlanda do Norte

O rei Carlos III foi proclamado há apenas quatro dias, mas as canetas de tinta permanente parecem ter já um papel importante no seu reinado. Se no dia da proclamação, o monarca foi visto a pedir ao secretário para que tirasse os tinteiros da mesa, esta terça-feira, no Castelo de Hillsborough, na Irlanda do Norte, o rei voltou a protagonizar um momento de frustração que envolveu uma caneta. 

Na primeira vez que visitou a Irlanda do Norte enquanto rei, acompanhado pela rainha consorte Camilla, o monarca teve de voltar assinar o livro de visitas do Castelo de Hillsborough e a caneta de tinta permanente que usou para a assinatura acabou por lhe manchar os dedos.

"Meu deus, detesto isto. Está a verter por toda a parte. Não tenho paciência para isto. Acontece sempre a mesma coisa", afirmou visivelmente irritado o rei Carlos III enquanto um dos seguranças limpava a caneta.

Enquanto isso, outro dos elementos da segurança entregou uma nova caneta à rainha Camilla para que esta pudesse assinar o livro de visitas. 

O rei Carlos III visitou, na terça-feira, a Irlanda do Norte, acompanhado pela rainha consorte Camilla, tendo sido recebido pelo Lorde-Tenente do Condado de Belfast, Dame Fionnuala Jay-O'Boyle, pelo Secretário de Estado da Irlanda do Norte, Chris Heaton-Harris, e pelo diretor-executivo do Aeroporto da Cidade de Belfast, Matthew Hall.

No discurso na Assembleia da Irlanda do Norte, o rei afirmou que a sua mãe, a rainha Isabel II, estava consciente do próprio papel e sentiu "profundamente o significado que desempenhou ao juntar aqueles que a história tinha separado, e estender a mão para tornar possível a cura de feridas prolongadas".

Carlos III prometeu também ter um papel semelhante, sublinhando que agora assume os seus "novos deveres decididos a procurar o bem-estar de todos os habitantes da Irlanda do Norte".

O rei esteve ainda no Castelo de Hillsborough, em Belfast, onde visitou uma exposição sobre a relação de Isabel II com a Irlanda do Norte.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados