Senado francês aprova aumento da idade da reforma apesar dos protestos

11 mar 2023, 22:53
Emmanuel Macron (EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSON)

Primeira-ministra fala numa "etapa decisiva"

O Senado francês aprovou este sábado a lei que prevê o aumento da idade da reforma de 62 para 64 anos, numa votação que reuniu 195 votos a favor e 112 contra.

A aprovação chega no fim do sétimo dia de protestos, com mais de um milhão de franceses a terem saído às ruas do país para protestarem contra a medida.

“Foi dado um passo importante”, afirmou à agência AFP a primeira-ministra, Elisabeth Borne, que lembrou as "centenas de horas de debate", e fala numa "etapa decisiva". A Assembleia Nacional reúne-se na próxima semana para uma aprovação final, a qual se espera que seja um pouco mais renhida.

Na próxima quarta-feira um comité conjunto das câmaras baixa e alta do parlamento vai reunir-se para discutir a votação final. Caso acordem no texto, essa votação deve ocorrer um dia depois. É aí que a lei será posta à prova, uma vez que o partido de Emmanuel Macron necessitará de aliados para passar a proposta.

Caso sinta que não vai ter votos suficientes na câmara baixa do parlamento, o governo pode sempre tentar passar a lei sem a apresentar aos deputados, naquele que é um procedimento conhecido como 49.3, o número do artigo que prevê esta possibilidade.

Caso esse seja o caminho a seguir, a oposição terá de apresentar uma moção de censura que deverá contar com uma maioria de pelo menos 289 deputados, podendo aí travar a passagem da lei.

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados