“António Costa teve um discurso monotemático no momento em que os desafios do país são variados”, acusa o Bloco de Esquerda

25 dez 2021, 23:50
Pedro Filipe Soares
Pedro Filipe Soares

O líder parlamentar Pedro Filipe Soares diz que se “esperava mais” do discurso do primeiro-ministro

 

PUB

O Bloco de Esquerda acusa o primeiro-ministro António Costa de ter feito um “discurso monotemático”, focado apenas numa parte da pandemia, deixando de fora outros temas que marcam a atualidade do país. 

António Costa teve um discurso monotemático no momento em que os desafios do país são variados. Mas mesmo na pandemia, faltou uma palavra para justificar a falta de investimento no Serviço Nacional de Saúde ou do reforço de equipas de rastreio tão essenciais neste momento pandémicos”, disse o líder parlamentar Pedro Filipe Soares, num vídeo enviado às redações.

PUB

Para Pedro Filipe Soares, “esperava-se mais de um discurso que, em princípio, é marcante sobre o momento que atravessamos”, algo que, diz, não se verificou. 

Mas não teve uma palavra sobre os professores que faltam nas escolas e como isso afeta as famílias. Não houve uma única observação sobre as alterações climáticas e a resposta que os jovens exigem. Não teve nenhuma abertura para o combate à precariedade laboral e nem uma ideia para uma economia justa, capaz de criar mais riqueza e distribuir melhor para melhorar a vida de todas e de todos”, disse.

PUB
PUB
PUB

A falta de inclusão do combate ao crime económico é também um ponto a criticar por parte do Bloco de Esquerda na mensagem de Natal de António Costa, transmitida este sábado.

“E num ano marcado, mais uma vez, por fraudes milionárias, não teve nem uma única palavra sobre o combate ao crime económico”, concluiu.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados