O dia em que dois turistas americanos fizeram da rainha Isabel II fotógrafa

9 set, 09:05
Rainha Isabel II

História foi revelada pelo antigo oficial de proteção da monarca durante o jubileu e tornou-se viral nas redes sociais nas últimas horas

Entre as muitas caraterísticas definidoras da personalidade de Isabel II, o sentido de humor era das mais marcantes, diz quem a conheceu. Mas, no meio da solenidade das homenagens e declarações de pesar, poucos têm salientado esse facto (Anthony Albanese, o primeiro-ministro australiano, foi um desses, tendo salientado que a forma como exerceu as suas funções "deixou transparecer a sua humanidade e desempenhou os seus deveres com fidelidade, integridade e humor".)

Um episódio relatado em junho, por ocasião do Jubileu da Rainha, revela bem o lado divertido de Isabel II, e tornou-se viral nas redes sociais nas últimas horas. Durante a emissão especial da Sky News sobre o Jubileu, Richard Griffin, antigo oficial de proteção da monarca (que o tratava pelo diminutivo “Dick”) relatou um hilariante encontro de Isabel II com dois turistas americanos.

A rainha e o seu guarda-costas estavam a passear pelas colinas perto do castelo de Balmoral, na Escócia (onde a estadista morreu ontem), quando, no meio de nenhures, se cruzaram com dois turistas norte-americanos que estavam a fazer caminhadas pelo Reino Unido. Os turistas não reconheceram a rainha e, no meio da conversa, perguntaram-lhe onde vivia. Isabel respondeu que morava em Londres, mas que tinha uma casa de campo ali perto, e que fazia férias naquela região há mais de 80 anos.

Foi então que um dos turistas somou dois mais dois (ou quase): sabendo que estavam perto do castelo de Balmoral, perguntou a Isabel II… se alguma vez tinha encontrado a rainha.

"Rápida como uma flecha ela disse: 'Eu não, mas aqui o Dick encontra-a regularmente'", relatou Dick Griffin, divertido. A atenção dos dois turistas focou-se então em Dick, o-homem-que-conhecia-a-rainha. Quiseram saber como ela era, ao que o guarda-costas respondeu: “Oh, ela às vezes pode ser muito mesquinha, mas tem um belo sentido de humor'."

Neste momento, um dos americanos pôs um braço sobre o ombro do guarda-costas e decidiu eternizar aquele momento em que se havia cruzado com alguém que conhecia Isabel II. "Antes que eu pudesse perceber o que estava a acontecer, ele pegou na máquina fotográfica, deu-a à rainha e disse: 'Pode tirar-nos uma fotografia?’".

Isabel não se descompôs. Tirou o retrato, e depois acabou por posar ao lado dos dois caminhantes, fotografada pelo guarda-costas. 

Conforme os dois turistas retomaram a caminhada e se afastaram, Isabel não resistiu a comentar:  "Adorava ser uma mosca quando ele mostrar estas fotografias aos amigos na América e alguém lhe disser quem eu sou"...

Europa

Mais Europa

Patrocinados