Operação da PSP na Páscoa fecha com três mortes e 14 feridos graves

Agência Lusa , PF
10 abr, 15:21
PSP (Foto: Facebook PSP)

Força policial efetuou 664 operações de fiscalização ao nível da segurança rodoviária (num total de 823 ações), tendo sido fiscalizados 19.224 condutores, que registaram 2.584 infrações

A operação da Polícia de Segurança Pública (PSP) que decorreu durante a semana da Páscoa terminou com um balanço de três mortes, 14 feridos graves e 361 feridos ligeiros em 1.199 acidentes, revelou a força policial.

De acordo com o comunicado enviado às redações, a PSP efetuou 664 operações de fiscalização ao nível da segurança rodoviária (num total de 823 ações), tendo sido fiscalizados 19.224 condutores, que registaram 2.584 infrações. Entre estas destacaram-se 713 infrações por excesso de velocidade, 397 por circulação em viatura sem inspeção e 105 por falta de seguro obrigatório.

Realizada entre os dias 1 e 9 na área de responsabilidade da PSP no território continental e nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores, a operação “Polícia Sempre Presente: Páscoa em Segurança 2023” levou ainda à realização neste âmbito de 5.243 testes de alcoolemia, dos quais 110 condutores estavam sob o efeito de álcool.

A PSP, que procurou através desta operação “aumentar a visibilidade policial nas zonas de maior afluência de pessoas” e dissuadir a prática de eventuais ilícitos, fez ainda 447 detenções neste período, contando-se, por exemplo, 166 devido a condução sob o efeito de álcool, 124 por falta de carta de condução, 44 por tráfico de droga e 13 por posse de arma ilegal.

“Foram apreendidas cerca de 1.990 doses individuais de estupefaciente e 37 armas, das quais três armas de fogo e 25 armas brancas”, acrescentou o órgão de polícia criminal.

A operação nesta semana de Páscoa abrangeu também a área da pirotecnia, com 101 ações de fiscalização, nas quais acabaram por ser detetadas 14 infrações por incumprimento dos deveres previstos para estes operadores económicos, nomeadamente em termos de armazenagem e registos obrigatórios.

Nesse sentido, a PSP apreendeu 10.587 artigos pirotécnicos, 200 metros de rastilho, 21 armas de classe D (armas de fogo longas semiautomáticas, repetição ou de tiro a tiro) e 17.645 munições (classes C e D).

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados