Vinte toneladas de catalisadores apreendidos em megaoperação da PSP

Beatriz Madaleno de Assunção , Atualizada às 17:17
2 mai, 09:19

Buscas decorreram em Lisboa, Porto e Setúbal, tendo culminado ainda na detenção de 15 pessoas

Quinze pessoas foram detidas e 20 toneladas de catalisadores apreendidos na sequência de uma megaoperação de combate ao furto de catalisadores de automóveis, que decorreu nesta segunda-feira, de acordo com o balanço final feito pela PSP.

A operação decorreu em  Lisboa, Setúbal e Porto, e deu cumprimento a 21 mandados de buscas domiciliárias e não domiciliárias e ainda a 17 mandados de detenção.

Além das detenções e das 20 toneladas de catalisadores, foram apreendidos 17 mil euros em numerário; uma arma de fogo; duas réplicas de arma de fogo; seis quilos de artigos em ouro com valor aproximado de 200 mil euros; uma arma branca; seis munições de calibre 12; 15 telemóveis; 11 viaturas ligeiras de gama média/alta; documentação variada; e material para corte de catalisadores.

A megaoperação de hoje tem por base uma investigação, tutelada pelo Ministério Público de Loures, sobre uma "estrutura organizada e hierarquizada responsável pelos furtos, recetação e transformação de catalisadores provenientes de ilícitos praticados em vários locais do território nacional".

O que é um catalisador?

O catalisador é uma peça que se encontra junto ao escape do veículo. Os catalisadores têm vários componentes de base como o paládio, a platina, o ródio e o molibdênio, tudo elementos preciosos.

Os valores variam consoante os catalisadores mas no mercado negro os assaltantes conseguem entre 300 e mil euros pela venda dos mesmos.

 

 

 

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados