Funcionária judicial morre em acidente de trabalho na Procuradoria-Geral da República

Luís Varela de Almeida | António Guimarães , Atualizada às 20:40
29 dez 2021, 16:45
Procuradoria-Geral da República
Procuradoria-Geral da República

A vítima caiu no monta-cargas do edifício. Foi transportada para o hospital ainda com vida, mas acabou por morrer

PUB

Uma funcionária judicial da Procuradoria-Geral da República morreu no dia 23 de dezembro depois de cair no monta-cargas do edifício, em Lisboa.

Fonte oficial do Comando Metropolitano Distrital da PSP de Lisboa confirmou apenas tratar-se de um acidente de trabalho, mas a CNN Portugal sabe que a vítima caiu no poço do monta-cargas numa altura em que não havia guarda de segurança.

PUB

O acidente foi, entretanto, confirmado à CNN Portugal pela Procuradoria Geral da República: "Os dados preliminares recolhidos apontam para uma morte devida acidente em seriço, ocorrido numa plataforma elevatória de utilização reservada unicamente a objetos/artigos, estando ainda a ser apuradas as circunstâncias em que o acidente ocorreu".

A PGR garante que "a citada plataforma tem tido manutenção regular".

A mulher, de 62 anos, que trabalhava no edifício da biblioteca desde 2020, caiu naquele fosso no momento em que alguém terá chamado o elevador. 

A vítima ainda foi transportada para o Hospital de São José em estado grave, mas acabou por morrer horas mais tarde. A situação aconteceu às 08:55.

PUB
PUB
PUB

Foi determinada "a abertura dos necessários procedimentos, quer a nível interno, do Ministério Público e da Autoridade para as Condições de Trabalho". Foi também determinada a realização de uma autópsia médico-legal. 

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados