Onde andaram Harry e Meghan durante as comemorações do jubileu - e as (poucas) imagens do regresso a Buckingham

3 jun, 11:02

O duque e a duquesa de Sussex mantiveram uma presença notavelmente discreta no primeiro dia das celebrações do jubileu de platina da rainha

As celebrações do Jubileu de Platina - que marca o reinado de 70 anos de Isabel II - começaram oficialmente esta quinta-feira. E entre os fãs da família real britânica era muita a expectativa para perceber, afinal, quem é que iria participar oficialmente no evento (e sobretudo quem não ia).

E, enquanto os membros que trabalham para a coroa se reuniam na varanda principal do Palácio de Buckingham, ao som dos aplausos das milhares de pessoas que assistiam, dois membros da família real captavam também as atenções dos mais curiosos - ainda que em segundo plano.

O príncipe Harry e Meghan, que chegaram ao Reino Unido na quarta-feira com os filhos Archie e Lilibet, assistiram ao Trooping the Colour através de uma pequena janela, não participaram no desfile de charretes, nem estiveram no grupo familiar permitido na varanda do Palácio de Buckingham.

Uma presença notavelmente discreta de quem assistiu às celebrações a partir dos bastidores, mas que, mesmo assim, não escapou das objetivas dos fotógrafos.

A partir do Gabinete do Major-General, com vista para o Horse Guards Parade, Meghan e Harry foram fotografados a interagir com várias crianças da realeza britânica, incluindo os filhos de Zara Tindall, Mia, de oito anos, e Lena, de três, e a filha de Peter Phillips, Savannah, com onze anos. E as redes sociais regozijaram-se.

Esta é a primeira vez que os Duques de Sussex - que foram vistos a conversar com o duque de Kent - apareceram com a família real em mais de dois anos. A última vez foi em março de 2020 para o Dia da Commonwealth, a última presença do casal como realeza com cargos oficiais.

Uma análise da BBC sugere que um perfil tão discreto provavelmente não será acidental, com o príncipe Harry e Meghan a quererem evitar acusações de roubar os holofotes. Afinal, este é o grande fim de semana da rainha e provavelmente houve avisos sobre evitar qualquer coisa que pudesse ofuscar os eventos do jubileu.

Portanto, é provável que o príncipe Harry e Meghan tenham sido aconselhados a permanecer em segundo plano, parte da "banda de apoio" e não propriamente o centro das atenções.

Por outro lado, os analistas sugerem que tal pode ser visto também como uma forma de construir pontes: são os Sussex de regresso e a participar num grande evento de uma maneira que não era vista desde que deixaram os seus cargos reais em 2020.

Mas se a intenção do Palácio de Buckingham era que o príncipe Harry e Meghan estivessem lá, mas não chamassem a atenção para si mesmos, não foi fácil. Isto porque não há como escapar do interesse público que geram e da facilidade com que podem começar a fazer manchetes. Aliás, foram vários os comentários nas redes sociais a apontar o gesto dos duques a "silenciar" as crianças.

De acordo com um estudo do YouGov divulgado esta semana, os jovens são mais propensos a apoiar o príncipe Harry e Meghan. Mas, no geral, o casal perdeu muita simpatia do público no Reino Unido, com a sua popularidade no nível mais baixo registado. 

As celebrações do Jubileu de Platina da Rainha Isabel II continuam esta sexta-feira. Os duques de Sussex juntaram-se aos restantes convidados na Catedral de São Paulo. Eis o momento em que Harry e Meghan chegaram ao local:

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados