Marcelo promulga diploma do Governo que cria Mecanismo Nacional Anticorrupção

Agência Lusa , DCT
6 dez 2021, 21:28
António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa
António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa

Decreto obriga as empresas a adotarem programas de prevenção de riscos, códigos de conduta, canais de denúncia e programas de formação

PUB

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou  o diploma do Governo que estabelece o regime geral de prevenção da corrupção e cria o Mecanismo Nacional Anticorrupção, esperando que seja uma "entidade independente, imparcial e eficaz".

O anúncio é feito na página da Presidência da República na Internet, onde Marcelo Rebelo de Sousa diz esperar que o Mecanismo Nacional Anticorrupção "constitua uma entidade verdadeiramente independente, imparcial e eficaz, que não diminua o âmbito de intervenção do Tribunal de Contas e restantes componentes autoridades da Justiça".

PUB

O Governo aprovou em junho o decreto-lei que cria o Mecanismo Nacional Anticorrupção, "uma entidade administrativa independente, com poderes de iniciativa, controlo e sancionamento e com atribuições ao nível da recolha e tratamento de informação e da organização de programas de atividades entre entidades públicas e entidades privadas de luta contra a corrupção", segundo o portal do Ministério da Justiça.

O mesmo decreto-lei estabelece o regime geral de prevenção da corrupção, "que obriga as empresas privadas, as empresas públicas e os serviços integrados na administração direta e indireta do Estado, com 50 ou mais trabalhadores, a adotarem programas de prevenção de riscos, códigos de conduta, canais de denúncia e programas de formação adequados à prevenção da corrupção e infrações conexas".

PUB
PUB
PUB

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Política

Mais Política

Patrocinados