Gasóleo desce quase 20 cêntimos em 18 dias

11 jul, 07:30
Bombas de combustível (AP Photo)

Depois de ter atingido o valor mais alto de sempre a 22 de junho, o gasóleo acumula descidas de preço, que hoje deverão somar mais cerca de 6,5 cêntimos por litro. Em 18 dias, encher o depósito passou a custar menos 10 euros. Mas ainda é muito mais caro do que antes da guerra

O preço do gasóleo caiu quase 20 cêntimos por litro nos últimos 18 dias, contando já com a descida de cerca de 6,5 cêntimos estimada para hoje. A razão principal é a descida nas mesmas semanas do preço dos produtos petrolíferos, cuja tendência continua no entanto demasiado volátil para garantir que as descidas se manterão.

As estimativas apontam para o preço médio de venda do gasóleo simples em Portugal continental atinjam hoje um valor a roçar os 1,9 euros por litro, o que compara com um preço de 1,971 euros este domingo. Os dados são da Direção-Geral de Energia e Geologia, que só amanhã publicará os preços confirmados de hoje.

Os 1,9 euros esperados para hoje comparam com os 2,1 euros por litro registados como média a 22 de junho, dia em que o gasóleo atingiu o preço médio mais alto de sempre em Portugal.

Confirmando-se as previsões para hoje, será uma queda de quase 20 cêntimos por litro em 18 dias. Assim, atestar um depósito de 50 litros de gasóleo custará hoje menos cerca de 10 euros do que há pouco mais de duas semanas.

Apesar da forte descida destas cerca de duas semanas, e do corte do imposto sobre produtos petrolíferos introduzido entretanto pelo governo, o gasóleo simples continua cerca de 25 cêntimos mais caro do que na véspera da invasão da Ucrânia pela Rússia. Ou seja, atestar o mesmo depósito de 50 litros custa mais 12,5 euros do que a 23 de fevereiro.

A guerra e as subsequentes sanções impostas à Rússia pelo Ocidente têm sido os principais motores que aquecem a cotação internacional do petróleo, que há cerca de um mês esteve nos 124 dólares por barril, no índice Brent.

Nas duas últimas semanas, a cotação desceu bastante, chegando a descer dos 100 dólares por breves momentos no final da semana passada. Na sexta-feira, quando o mercado fechou, o barril de petróleo Brent cotava a 106,81 dólares.

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados