Como estamos no sobe e desce do preço do gasóleo? Veja os preços oficiais agora

20 set, 07:45

Preços médios cobrados pelos gasóleos em Portugal estão neste momento cerca de dez cêntimos mais caros do que antes da invasão da Ucrânia pela Rússia

Os preços dos gasóleos caíram cerca de 6,6 cêntimos por litro esta segunda-feira, tendo o das gasolinas ficado quase inalterados. Eram essas as previsões noticiadas na sexta-feira pela CNN Portugal, depois de consultar fontes de mercado.

O gasóleo simples desceu 6,3 cêntimos por litro face à segunda-feira anterior, para um preço médio cobrado em Portugal continental de 1,76 euros. Já o gasóleo especial embarateceu 7 cêntimos por litro, para 1,784 euros. Estes são os preços médios mais baixos desde 22 de agosto, há cerca de um mês.

Os dados são da Direção-Geral de Energia e Geologia, que os publica diariamente no seu site, sempre com informação da véspera.

Segundo a mesma fonte, as quatro gasolinas mais vendidas em Portugal (95 e 98, simples e especial) desceram todas apenas ligeiramente, menos de um cêntimo por litro.

Eis os preços médios cobrados em Portugal continental esta segunda-feira:

Estes preços resultam também da descida da carga fiscal sobre os combustíveis, em vigor desde maio e garantida pelo menos até ao final deste ano. Caso contrário, o gasóleo estaria cerca de 28,2 cêntimos mais caro por litro e a gasolina custaria mais 32,1 cêntimos por litro. Nesse caso, todos os combustíveis estariam a custar neste momento mais de dois euros por litro.

A descida temporária do imposto reduz, pois, a diferença dos preços face àqueles que se verificavam antes da invasão da Ucrânia pela Rússia, a 24 de fevereiro deste ano.

Verifica-se, pois, que as gasolinas 95 estão cerca de 12 cêntimos mais baratas do que estavam  antes do início da guerra, com as gasolinas 98 cerca de dois cêntimos mais baratas.

Os gasóleos, contudo, continuam acima do preço anterior ao da invasão russa: estão cerca de 10 cêntimos acima neste momento. Há três meses, quase no final de junho, estiveram cerca de 45 cêntimos mais caros – e os impostos já então tinham descido. Caso contrário, o recorde de um litro de gasóleo teria roçado os 2,4 euros por litro de preço médio em Portugal.

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados