Preço do petróleo cai para menos de 100 dólares

11 abr, 13:28
Evolução do preço do petróleo desde o início da guerra na Ucrânia

Barril do petróleo baixa da barreira dos três algarismos. Já só está 3% mais caro do que na véspera da invasão da Ucrânia

O preço do petróleo, medido pelo índice Brent, estava a negociar ao início da tarde de Lisboa desta segunda-feira nos 98 dólares por barril. Desde 16 de março que o indice não estava abaixo dos cem dólares, depois de dois fortes picos desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia (ver gráfico em cima).

Em quase sete semanas de guerra, o petróleo chegou a topar os 140 dólares por barril a meio de um dia de negociação (os valores do gráfico em cima mostram apenas valores de fecho de cada sessão diária), mas desde 23 de março que tem vindo a manter uma tendência de descida, em função sobretudo das expectativas de negociações entre a Ucrânia e a Rússia, das sanções anunciadas e da diversificação de fontes de abastecimento.

Embora a volatilidade seja muito elevada, com muitas subidas e descidas, o custo do barril esta segunda-feira era apenas cerca de 3% mais caro do que a 23 de fevereiro, véspera da invasão.

Apesar disso, os combustíveis, nomeadamente em Portugal, estão bastante mais caros do que então

No final da semana passada, a União Europeia decidiu deixar de comprar carvão da Rússia. Esta semana, a discussão avança para formas de reduzir a dependência do petróleo e do gás natural russo, de forma a atenuar ou eliminar a sua dependência do país presidido por Vladimir Putin.      

 

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados