Taxa de poupança das famílias sobe para 8,0% no 1.º trimestre

Agência Lusa , DCT
24 jun, 11:34
Dinheiro (Freepik)

As remunerações ‘per capita’ atingiram 12,5 mil euros, mais 2,1% do que no trimestre anterior

A taxa de poupança das famílias aumentou 1,4 pontos percentuais no primeiro trimestre face ao anterior, para 8,0% do rendimento disponível, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo as “Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional” do INE, “este desempenho foi consequência do aumento de 2,6% do RDB [rendimento disponível bruto] (1,4% no trimestre anterior), superior ao crescimento de 1,1% do consumo privado”.

O INE nota que as variáveis apresentadas estão em termos nominais, o que, no caso do consumo privado, “significa que a sua evolução é marcada pelo crescimento dos preços”.

Em termos reais, o consumo privado aumentou 0,3% no ano acabado no primeiro trimestre de 2024.

O rendimento disponível bruto nominal ‘per capita’ das famílias atingiu 17,7 mil euros no primeiro trimestre de 2024, o que representou um aumento de 2,5% relativamente ao trimestre anterior.

As remunerações ‘per capita’ atingiram 12,5 mil euros, mais 2,1% do que no trimestre anterior.

No primeiro trimestre de 2024, a capacidade de financiamento das famílias situou-se em 2,2% do PIB, o que representa um aumento de 1,0 ponto percentual face ao trimestre anterior, em resultado de um aumento de 24,6% da poupança das famílias.

Economia

Mais Economia

Patrocinados