Greve na Portway levou ao cancelamento de 118 voos em Lisboa e Porto

Agência Lusa , CV
26 ago, 21:08
Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa, Partidas, viagens. Foto: Armando França/AP

Apesar da baixa taxa de adesão, a greve provocou cancelamentos de voos por se localizar em departamentos específicos

A greve dos trabalhadores da Portway, que se iniciou esta sexta-feira e se prolonga até domingo, levou ao cancelamento de 118 voos em Lisboa e no Porto, adiantou Rita Reis, diretora de recursos humanos do grupo.

Em declarações à Lusa, a responsável reiterou que a adesão à greve ronda os 10%, mas avisou que esta “parece uma taxa de adesão baixa, mas é uma greve setorial, e, portanto, está muito localizada em departamentos específicos que conseguem ter um impacto forte na operação”.

Rita Reis voltou a rejeitar as acusações do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (Sintac), garantindo que a “Portway não contrata serviços externos para substituir grevistas nem o pode fazer. Quem o pode fazer legalmente são as companhias aéreas e o aeroporto”, referiu.

O pré-aviso lançado pelo Sintac prevê a paralisação geral dos trabalhadores da empresa de assistência em terra, nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Madeira, com início às 00:00 de hoje e fim às 24:00 de domingo.

País

Mais País

Patrocinados