Detetado o primeiro caso de poliomielite nos EUA desde 2013

22 jul, 14:40
Vacina contra a poliomielite (Anadolu Agency/ Lusa)

Pessoa infetada não estava vacinada contra a doença. Esta vacina é obrigatória nos EUA para que as crianças possam frequentar a escola

As autoridades de saúde norte-americanas registaram o primeiro caso de poliomielite em quase uma década nos EUA. Trata-se de uma pessoa do condado de Rockland, Nova Iorque, que, segundo a delegada de saúde Patricia Schnabel Ruppert, em declarações à CNN, não estava vacinada contra a doença e começou a ter sintomas como fraqueza e paralisia há cerca de um mês.

"Este paciente apresenta sintomas como fraqueza e paralisia. O risco para a comunidade que não está vacinada ainda está a ser determinado. Aconselhamos fortemente as pessoas a que se vacinem", afirmou a especialista.

O caso, o primeiro detetado nos Estados Unidos desde 2013, segundo o Departamento de Saúde de Nova Iorque, surge cerca de um mês depois do alerta da Agência de Saúde do Reino Unido de que tinha sido detetado o vírus da poliomielite durante a vigilância de amostras do esgoto de Londres, sugerindo que tenha existido "alguma disseminação entre indivíduos com relações próximas no norte e leste de Londres”, embora não tenha sido identificado nenhum caso nessas zonas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou a informação em comunicado, mas disse que era "importante assinalar que o vírus foi isolado apenas em amostras ambientais e nenhum caso associado a paralisia foi detetado", lembrando que é “importante que todos os países, especialmente aqueles com grande volume de viagens e contacto com países e áreas afetadas pela pólio, reforcem a vigilância para detetar rapidamente qualquer importação do vírus e facilitar uma resposta rápida“.

Em 1979, a poliomielite foi declarada eliminada nos EUA, o que significa que já não havia propagação do vírus no país. Em 2020, segundo a OMS, foram confirmados 959 casos de poliomielite em todo o mundo.

A poliomielite é uma doença infecciosa sem cura que afeta sobretudo crianças com menos de cinco anos, podendo provocar a paralisia, e que só pode ser prevenida com a vacina. Os sintomas da poliomielite são parecidos com os da gripe e incluem dor de garganta, febre, cansaço e náuseas. Nos EUA, a vacina é obrigatória para que as crianças possam frequentar a escola.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados