Polícia Judiciária detém cidadão estrangeiro que se encontrava fugido à justiça alemã

Agência Lusa , MJC
1 jun, 12:57
PJ

O homem, de 38 anos, é “suspeito da prática de múltiplas fraudes”, através de vários crimes de burla e de falsificação, no âmbito da atividade que desenvolveu como consultor e corretor de investimentos

A Polícia Judiciária (PJ) deteve no aeroporto de Lisboa um cidadão estrangeiro que se encontrava fugido à justiça alemã por suspeita de fraudes enquanto consultor e corretor de investimentos, foi hoje anunciado.

O cidadão encontrava-se fugido à justiça e a detenção foi efetuada no cumprimento de um mandado de detenção europeu, emitido pelas autoridades judiciárias da Alemanha, segundo o comunicado da PJ.

O homem, de 38 anos, é “suspeito da prática de múltiplas fraudes”, através de vários crimes de burla e de falsificação, no âmbito da atividade que desenvolveu como consultor e corretor de investimentos entre 2015 e 2018.

Segundo a PJ, o suspeito terá celebrado “diversos contratos de corretagem, levando os lesados a disponibilizar montantes de elevado valor para efetuarem investimentos que nunca foram concretizados”.

“O detido recorria a identidades fictícias para publicar no ciberespaço alegados bens para venda. Recebia das vítimas o valor solicitado, nunca chegando a proceder à entrega dos alegados bens, no valor de dezenas de milhares de euros”.

O detido foi presente ao Tribunal da Relação de Lisboa, que determinou que ficasse a aguardar os ulteriores termos do processo de entrega às autoridades alemãs em prisão preventiva, segundo a mesma fonte.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados