PJ faz seis detidos por fraudes informáticas

12 abr, 11:14
Polícia Judiciária

Crimes lesaram dezenas de pessoas em largas dezenas de milhares de euros

A unidade de combate ao cibercrime da PJ deteve seis pessoas por fraudes informáticas, através de esquemas de phishing e CEO fraud, que lesaram dezenas de pessoas em largas dezenas de milhares de euros, apurou a CNN Portugal.

Em causa, no phishing, a forma como levam as vítimas a partilharem informações confidenciais como palavras-passe e números de cartões de crédito. As vítimas recebem um e-mail ou mensagem que imita uma pessoa ou instituição em que confiam e acabam por partilhar dados confidenciais.

No caso da CEO fraud, trata-se da burla onde o cibercriminoso usurpa e assume a identidade de alguém que pertence a uma empresa ou organização. Dessa forma poderá fazer pedidos aos demais intervenientes tendo como objectivo realização de transferências bancárias ou roubo de credenciais de acesso.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados