Detido por suspeita de 153 crimes de violação. Violou filha da companheira como "pagamento"

18 jan, 10:44
Mulher

Ameaçou expulsar a companheira e os dois filhos da sua casa. Crimes ocorreram nos últimos dois anos, até dezembro último

Um homem de 41 anos foi detido por suspeita da prática de dois crimes de violência doméstica e 153 crimes de violação ocorridos no concelho da Moita, Setúbal, informou esta terça-feira a Polícia Judiciária

A vítima de violência doméstica é a companheira e a vítima de violação a filha desta. Os crimes terão sido cometidos "no decurso de 2020", depois de o homem ter acolhido a família na sua casa. De acordo com a PJ, as violações funcionavam como um pagamento para que pudessem continuar a viver na sua habitação.

Num momento em que se encontrava sozinho em casa com a filha da sua companheira, deslocou-se para o quarto desta e, recorrendo a força física, obrigou-a a manter relações sexuais. Após a consumação do ato, o arguido ameaçou a vítima, dizendo que o que havia acontecido nesse momento iria passar a ocorrer com regularidade, chegando a referir que caso isso não se verificasse, punha toda a gente fora de casa, sendo esse o pagamento para as deixar residir na sua habitação", explica a polícia.

Os factos "ocorreram até dezembro de 2021", altura em que as vítimas "apresentaram queixa".

Além de mãe e filha, cuja idade não foi divulgada, a mulher tinha ainda um bebé de dois anos.

O detido, que já tinha antecedentes por roubo, foi presente a primeiro interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados