PJ detém três pessoas e desmantela estufa de canábis em Santarém

Agência Lusa , MBM
3 abr 2023, 10:59
Canábis (Lillian Suwanrumpha / Getty Images)

A Polícia Judiciária (PJ) deteve três pessoas suspeitas de integrarem uma organização criminosa dedicada à produção e exportação de canábis e desmantelou uma estufa de produção em larga escala na região de Santarém, anunciaram as autoridades.

Em comunicado, a PJ adianta que foram apreendidas cerca de duas mil plantas de canábis em diversas fases de maturação, além de todos os equipamentos necessários para a produção, dois automóveis, 12 telemóveis, uma pistola, centenas de munições e uma espingarda semiautomática.

A estufa, agora desmantelada, encontrava-se em plena laboração e funcionava no interior de um armazém de grandes dimensões, equipado com “sofisticados sistemas" de controlo de temperatura, humidade, iluminação, rega, ventilação e extração forçada de ar, tudo para “maximizar a capacidade produtiva”.

Na operação "Erva Doce" foram detidos dois homens e uma mulher, suspeitos de integrarem uma organização criminosa dedicada à produção e posterior exportação de canábis.

Os detidos, dois estrangeiros e um português, com idades compreendidas entre os 45 e os 70 anos, foram presentes à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e ficaram em prisão preventiva.

A PJ adianta ainda que, no que se refere ao detido mais velho, a prisão preventiva deverá transitar para prisão domiciliária.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados