Presumível quadro de Picasso avaliado em "milhões" apreendido em rusga no Iraque

CNN , Amarachi Orie
19 ago, 17:45
"Retrato de Dora Maar" de Picasso

Um quadro alegadamente da autoria de Pablo Picasso e avaliado em milhões de dólares foi encontrado durante uma rusga antidrogas no Iraque.

A obra de arte, que terá sido roubada, foi descoberta na posse de três indivíduos na província de Diyala, na região centro-leste do Iraque, segundo a agência noticiosa estatal iraquiana (INA).

De acordo com a Direção-Geral de Combate ao Tráfico de Estupefacientes e Substâncias Psicotrópicas do Ministério do Interior, os indivíduos foram detidos por suspeita de envolvimento no tráfico e transporte de estupefacientes.

"Foi apreendido um quadro avaliado em milhões de dólares, da autoria do pintor internacional Picasso, que estava na posse destes indivíduos", afirmou o coronel Bilal Sobhi, diretor do gabinete de comunicação da autoridade antinarcóticos, em declarações à INA, acrescentando ainda que "o tráfico de droga está associado a inúmeros crimes, incluindo homicídio, roubo, rapto, violação, formação de gangues, corrupção e desintegração familiar, até chegar ao comércio de antiguidades".

A rusga que levou à descoberta do quadro estava integrada nas operações de segurança em curso do ministério, que tiveram início em julho.

Ainda não foram divulgados pormenores sobre a obra, o seu histórico de propriedade ou o modo como será autenticada.

Picasso, que faleceu em 1973, acumulou um conjunto de obras assinalável.

Durante os seus 78 anos de carreira, o artista espanhol assinou cerca de 13.500 quadros e cem mil gravuras. São ainda da sua autoria centenas de esculturas e obras em cerâmica, assim como cerca de 34 mil ilustrações.

Em 2021, "Cabeça de Mulher", foi uma das três obras de arte recuperadas pela polícia grega quase uma década depois de terem sido roubadas num assalto a um museu.

Em 2019, "Retrato de Dora Maar", avaliado em 28 milhões de dólares (quase o mesmo valor em euros), foi recuperado por um investigador de arte holandês, 20 anos depois de ter sido roubado do iate de um xeque saudita no sul de França.

Em maio, um retrato da amante de Picasso e mãe de um dos seus filhos, intitulado "Femme nue couchée" ("Mulher nua reclinada"), foi vendido em leilão por 67,5 milhões de dólares.

Relacionados

Artes

Mais Artes

Patrocinados