Retomadas buscas por pescador desaparecido no rio Douro

Agência Lusa , CV
6 mai, 19:27
Polícia Marítima

O alerta do desaparecimento foi dado na quarta-feira pelas 08:30. Homem de 65 anos terá caído ao rio, na zona da Afurada

As buscas pelo pescador dado como desaparecido na quarta-feira no rio Douro, na zona da Afurada, em Vila Nova de Gaia, foram retomadas hoje, pelas 13:30, revelou à Lusa fonte da Capitania do Porto.

Depois de interrompida na quinta-feira cerca das 20:30, a operação foi retomada esta sexta-feira mais tarde devido ao nevoeiro que se registou de manhã, explicou o comandante Rui Santos Amaral.

“São os mesmos meios de ontem [quinta-feira] e estamos a encetar todos os esforços possíveis”, acrescentou.

Este é o terceiro dia de buscas pelo homem de 65 anos que “alegadamente” caiu ao rio Douro enquanto pescava na sua embarcação, descreveu a Autoridade Marítima Nacional, em comunicado.

Na quarta-feira, o alerta foi dado pelas 08:30 e as buscas incluíram um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

Na quinta-feira, a operação contou com o reforço da corveta da Marinha, cuja ação incidiu “na área oceânica”, revelou, à Lusa, Rui Santos Amaral. O comandante precisou que as buscas foram alargadas da foz do rio até “cerca de 15 milhas para sul”, o que corresponde a cerca de 25 quilómetros.

O alerta foi dado pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) e as buscas iniciadas “de imediato” por elementos da Estação Salva-vidas da Foz do Douro no Porto, elementos do Comando Local da Polícia Marítima do Douro e dos Bombeiros Sapadores e Proteção Civil de Vila Nova de Gaia.

No comunicado da Autoridade Marítima Nacional era ainda mencionado que “foi empenhado o gabinete de psicologia da Polícia Marítima para prestar apoio aos familiares da vítima”.

País

Mais País

Patrocinados